PSA põe clientes a fazerem testes a autónomos

A Peugeot e a Citroen obteve autorização para realizar testes a carros autónomos com os seus clientes. É a primeira marca fabricante a obter autorização para levar a cabo esta experiência em França.

Carros que andam sozinhos? Já há. Mas andam em testes. As marcas têm vindo a realizar experiências com automóveis autónomos, mas recorrendo a condutores profissionais. O Grupo PSA vai dar um passo em frente. Vai colocar os clientes ao volante (ainda que não seja preciso tocar nele). Os testes arrancam em março.

O Grupo PSA, fabricante das marcas Peugeot e Citroen, “é o primeiro construtor automóvel a obter autorizações em França para levar a cabo experiências em veículos autónomos com condutores amadores”, diz a marca, em comunicado. Os protótipos do Grupo PSA testados por especialistas já percorreram 120.000 km em vias rápidas na Europa, mas agora o volante passa para os amadores.

Os testes arrancam em março de 2017 com clientes ao volante dos veículos autónomos do grupo“, diz a marca. “Os veículos de demonstração com condutores ‘não especializados’ podem circular em cerca de 2.000 km de vias rápidas em França”.

Este “novo passo constitui um avanço significativo no desenvolvimento da tecnologia de veículos autónomos do Grupo PSA” que pretende que a partir de 2020, alguns veículos das suas marcas possam “beneficiar de funções de condução autónoma que permitem ao condutor entregar inteiramente o controlo da condução ao veículo“.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

PSA põe clientes a fazerem testes a autónomos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião