Jeff Sessions vai abster-se de acompanhar investigações às presidenciais dos EUA

  • Lusa
  • 2 Março 2017

Jeff Sessions assegurou que “nunca” se encontrou “com qualquer funcionário ou intermediário russo” para abordar as eleições norte-americanas e que não pensa apresentar a demissão do cargo.

O Procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, disse esta quinta-feira que se abstém de acompanhar qualquer inquérito à campanha presidencial de Donald Trump, em 2016, quando é acusado de mentir sob juramento sobre os contactos com o embaixador russo.

“Já decidi que vou abster-me de participar em qualquer investigação em curso, ou futuras, que digam respeito à campanha eleitoral do Presidente dos Estados Unidos”, disse Jeff Sessions, em conferência de imprensa.

Já decidi que vou abster-me de participar em qualquer investigação em curso, ou futuras, que digam respeito à campanha eleitoral do Presidente dos Estados Unidos.

Jeff Sessions

Procurador-Geral dos EUA

Jeff Sessions assegurou que “nunca” se encontrou “com qualquer funcionário ou intermediário russo” para abordar as eleições norte-americanas e que não pensa apresentar a demissão do cargo. O Procurador-geral dos Estados Unidos admitiu ter-se encontrado com o embaixador russo, Sergey Kislyak, mas que nunca falaram sobre qualquer tema da campanha eleitoral.

O Partido Democrata pediu a demissão de Jeff Sessions, depois de se ter ficado a saber que este falou em duas ocasiões com o embaixador russo durante a campanha presidencial.

As conversas de Sessions com o embaixador Sergey Kislyak parecem contradizer as suas declarações sob juramento ao Congresso durante as audições para a sua confirmação no cargo.

A líder dos Democratas na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, acusou Sessions de “mentir sob juramento” e tanto ela como o líder dos Democratas no Senado, Chuck Schumer, disseram que o Procurador deveria afastar-se.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Jeff Sessions vai abster-se de acompanhar investigações às presidenciais dos EUA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião