Probe.ly recebe 100 mil euros da Caixa Capital

  • Marta Santos Silva
  • 16 Março 2017

A startup que encontra vulnerabilidades em aplicações web volta a ganhar milhares, desta vez ao vencer o prémio Caixa Empreender Award 2017.

Um financiamento de 100 mil euros, sete startups e uma vencedora: a Probe.ly ganhou esta quarta-feira o financiamento da Caixa Capital, ao vencer o concurso Caixa Empreender Award 2017. A startup de segurança informática para aplicações web já tinha recebido 75 mil euros em dezembro, quando venceu o Lisbon Challenge.

O Caixa Empreender Award, organizado pela sociedade de capital de risco da Caixa Geral de Depósitos, a Caixa Capital, trouxe sete finalistas à Culturgest esta quarta-feira onde as startups podiam fazer as suas pitch para receberem um investimento de 100 mil euros, num evento onde participaram cerca de 50 startups.

A Probe.ly, vencedora do investimento, dedica-se à segurança informática das apps. Através de uma espécie de sonda (daí o nome da empresa, “probe”, que é a palavra inglesa para sonda), consegue entrar nas aplicações web para identificar vulnerabilidades na programação que possam pôr em risco a informação dos utilizadores. Ao Saldo Positivo, plataforma informativa da CGD, o CEO Nuno Loureiro resumiu: “Algo que nos distingue é o facto de a nossa ferramenta estar orientada para programadores, em que é disponibilizada ajuda sobre como corrigir as vulnerabilidades encontradas”.

A empresa foi criada em abril de 2016, embora a ideia tenha começado a ser desenvolvida há seis anos entre Nuno Loureiro e os outros cinco membros da equipa. Já tinham recebido um financiamento de 200 mil euros, vindo da Bright Pixel, e 75 mil euros da Caixa Capital no concurso Lisbon Challenge, promovido pela Beta-i.

Para vencer os 100 mil euros da Caixa Capital, a Probe.ly derrotou seis outras startups: a KIDE, dedicada à venda de roupa infantil, a UpHill, que desenvolve software para a área da saúde, a Faarm, que identifica a proveniência dos alimentos, a Eat Tasty, um serviço de entrega ao domicílio de comida caseira, a Dart, com o seu kit super eficiente de deteção de salmonela, e a NeuroPsyCAD, com software para a área da psiquiatria.

O Caixa Empreender Award foi também palco, na Culturgest, em Lisboa, de conversas entre representantes das diferentes aceleradoras e incubadoras de startups portuguesas, assim como de palestras de empresas como a Microsoft. O comissário europeu Carlos Moedas também participou, com uma intervenção sobre o impacto dos startups na política.

Notícia corrigida às 10:50 de 17 de março: Onde se lia Bixtel Pixel, deve ler-se Bright Pixel. Corrige ainda a atividade da Probe.ly, que é centrada nas aplicações web e não para smartphone, e a altura em que começou a ser desenvolvida a ideia para o projeto.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Probe.ly recebe 100 mil euros da Caixa Capital

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião