BCE: Bancos que deixem Londres para Zona Euro têm de provar solidez

  • Lusa
  • 22 Março 2017

Alerta foi dado por uma responsável do Banco Central Europeu, em Frankfurt.

Os bancos britânicos que vão sair de Londres para outros centros financeiros europeus após o ‘Brexit’, saída do Reino Unido da União Europeia, devem provar a sua solidez, advertiu hoje uma responsável do Banco Central Europeu (BCE).

“Não nos importa que os bancos britânicos se mudem para Frankfurt, Dublin, Paris ou qualquer outro lugar da zona euro. O que nos importa é que sejam bancos seguros e sólidos“, declarou Sabine Lautenschläger em Frankfurt, de acordo com o texto divulgado pelo BCE.

Se o Reino Unido deixar o mercado único europeu, os bancos com sede no Reino Unido vão perder o passaporte financeiro que lhes permite oferecer os seus serviços a partir de Londres aos outros 27 países da UE.

Vários bancos já disseram que vão deslocar efetivos para outros países, como é o caso do HSBC, do suíço UBS ou dos norte-americanos JPMorgan e Goldman Sachs.

“Qualquer banco que se desloque para a zona euro tem de responder aos nossos padrões”, afirmou Sabine Lautenschläger. “Não vamos aceitar empresas vazias”, controladas à distância a partir de Londres, advertiu.

No entanto, o BCE, que supervisiona desde 2014 os bancos da Zona Euro, vai mostrar-se “conciliador em relação ao calendário” para deixar que os bancos se adaptem ao novo regime de supervisão.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

BCE: Bancos que deixem Londres para Zona Euro têm de provar solidez

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião