Mota-Engil: Lucros atingem os 50 milhões de euros

O grupo de António Mota mais do que duplicou os lucros face a 2015. O volume de negócios, por seu turno, caíu 9% para os 2,2 mil milhões de euros.

A Mota-Engil fechou o exercício de 2016 com um resultado líquido de 50 milhões de euros, um valor que mais do que duplica face aos resultados líquidos obtidos em 2015. Este valor, que é explicado com a venda de ativos, fica contudo aquém das expectativas dos analistas do CaixaBI que apontavam para lucros de 86 milhões de euros.

Em comunicado enviado esta segunda-feira à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa liderada por Gonçalo Moura Martins adianta que os lucros foram “impactados positivamente pela venda de ativos”. Assim, a construtora viu os lucros aumentarem 163%, passando de 19 para 50 milhões de euros.

O EBITDA situou-se nos 334 milhões de euros, o que implica uma descida de 9% face ao período homólogo. A margem de EBITDA cifrou-se nos 15% devido à forte “rentabilidade na Europa e África”. Já o volume de negócios atingiu os 2,2 mil milhões de euros, um decréscimo de 9% face ao exercício de 2015.

A carteira de encomendas do grupo atingiu os 4,4 mil milhões de euros. O grupo adianta que este valor “abre caminho para um retorno ao crescimento em 2017”.

Em termos de dívida, a Mota-Engil registou uma redução de 296 milhões de euros para os 1,159 mil milhões de euros.

O grupo adianta em comunicado que “2016 foi um ano desafiador, mas em que a rentabilidade global permaneceu forte”. Para 2017, o grupo estima um “investimento de capital de 120 milhões de euros, onde se inclui a EGF”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mota-Engil: Lucros atingem os 50 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião