Investir no Benfica? Hoje é o último dia para subscrever

O Benfica está a tentar captar financiamento junto dos pequenos investidores. E está a ser bem-sucedido, de tal forma que a SAD reviu em alta a oferta. Se quer subscrever tem até hoje.

As Sociedades Anónimas Desportivas (SAD) já o fazem há alguns anos, mas o recurso aos pequenos investidores para obterem financiamento é cada vez mais comum. O Benfica é, este ano, o primeiro a avançar com uma emissão do género. E, mais uma vez, está ser bem-sucedido, daí que tenha revisto em alta a oferta para 60 milhões de euros. Quem quer investir já só tem até hoje.

Devido ao elevado volume de ordens recebidas, os responsáveis encarnados decidiram aumentar em 20% (ou 10 milhões de euros) o valor global da oferta. Assim, em vez dos 50 milhões iniciais, a SAD do Benfica passou o montante total a captar com esta emissão para 60 milhões de euros, reduzindo assim a exposição à banca portuguesa.

Há uma elevada procura, pelo que deverá haver lugar a rateio. No entanto, quem quiser colocar uma ordem de subscrição pode continuar a fazê-lo. O período de subscrição arrancou a 4 de abril e termina hoje, dia 20. É o último dia para apresentar o pedido de títulos junto do intermediário financeiro.

O montante mínimo de subscrição é de 100 euros, correspondente a 20 obrigações. A taxa de juro dos cupões é fixa e igual a 4,00% ao ano (taxa anual nominal bruta, sujeita ao regime fiscal em vigor) durante três anos, um nível inferior ao oferecido na emissão de dívida realizada no ano passado em que a SAD oferecia uma taxa de 4,25%.

Além dos impostos, ao subscrever deve ter em conta as comissões cobradas pelos bancos. Estas comissões tendem a ser elevadas, encolhendo de forma expressiva a rentabilidade do investimento. Assumindo a manutenção dos títulos até à maturidade, é cobrada a comissão de subscrição, de custódia, pagamento de juros e resgate. Investimentos de baixo valor podem não compensar. A partir de 5.000 euros já pode ter um retorno atrativo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Investir no Benfica? Hoje é o último dia para subscrever

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião