5 coisas que precisa de saber antes de abrirem os mercados

  • Rita Atalaia
  • 3 Maio 2017

Desde os dados sobre o PIB da zona euro, ao debate presidencial entre Le Pen e Macron antes da segunda volta, passando pela decisão de política monetária da Fed, os investidores têm uma agenda cheia.

Hoje os investidores têm uma agenda preenchida. Na Europa, os olhos vão estar virados para os dados sobre a economia da zona euro. Mas também para o debate televisivo entre Marine Le Pen e Emmanuel Macron. Os dois candidatos nas presidenciais francesas vão estar frente a frente, dias antes de os eleitores regressarem às urnas. Do outro lado do Atlântico, o banco liderado por Janet Yellen termina a sua reunião de política monetária. Embora não se esperem alterações, os responsáveis podem dar pistas sobre os próximos passos.

Como vai a economia da zona euro?

Os indicadores empresariais da zona euro melhoraram de forma expressiva durante os primeiros três meses do ano. Mas não é por isso que a economia terá acelerado na mesma proporção. Esta é a conclusão dos analistas consultados pela Bloomberg, no dia em que vão ser apresentados os dados sobre o Produto Interno Bruto da zona euro. A previsão aponta para um crescimento económico de 0,4% no primeiro trimestre.

Le Pen e Macron frente a frente

A apenas quatro dias da segunda volta nas presidenciais francesas, hoje os dois candidatos voltam a defrontar-se. Marine Le Pen e Emmanuel Macron vão estar frente a frente no único debate televisivo antes de os eleitores voltarem às urnas no domingo. Na primeira volta, o candidato independente é que saiu vencedor. Um resultado que levou as ações e euro a dispararem e os juros a caírem.

Fed deve manter política monetária

A reunião da Reserva Federal dos EUA termina hoje. Mas os investidores não esperam grandes alterações no rumo da política monetária quando a instituição liderada por Janet Yellen anunciar as decisões tomadas. “Ninguém espera mudanças na política”, referiu Hussein Sayed, estratega da FXTM. “Será que a Fed vai reconhecer o abrandamento económico e reduzir as expectativas para mais subidas em 2017? A Fed deverá deixar as respostas para esta questão e, com base nisso, os investidores vão reagir”, acrescentou. Isto depois de a economia do país ter abrandado o ritmo de crescimento para valores de há três anos.

Petróleo sob pressão. EUA divulgam reservas

As cotações do petróleo vão estar hoje novamente sob pressão. O Departamento de Energia dos EUA vai apresentar os dados referentes às reservas de energia, numa altura em que os preços da matéria-prima estão a cair. Uma descida que reflete os receios dos investidores de que a produção possa continuar a crescer nos EUA, o que contraria os esforços da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para reduzir o excesso da matéria-prima no mercado. Se o relatório de hoje confirmar este aumento, o “ouro negro” vai agravar as perdas.

Época de resultados a todo o gás

A época de resultados continua a marcar a agenda dos investidores. Hoje é a vez da empresa de Mark Zuckerberg. O Facebook vai apresentar os resultados para o primeiro trimestre. Mas também o BNP Paribas e a Volkswagen. O foco estará ainda virado para os resultados da Tesla. A firma de Elon Musk tem vindo a acelerar em bolsa, ao ponto de ser agora a mais valiosa fabricante automóvel dos EUA. Por cá, a EDP Renováveis revela o relatório para o primeiro trimestre.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que precisa de saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião