Queda de 35% do lucro leva Cofina a cortar custos

As receitas globais da Cofina recuaram 9%, para 20,5 milhões de euros. No segundo trimestre, a empresa vai apresentar uma plataforma de jogo online.

A Cofina, grupo que detém publicações como o Correio da Manhã e o Jornal de Negócios, registou lucros de 648 mil euros no primeiro trimestre. O resultado representa uma quebra de 35,4% face aos lucros de um milhão de euros que tinha conseguido em igual período do ano passado.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa refere que as receitas globais recuaram 9%, para um total de 20,5 milhões de euros. Por segmentos, as receitas com os jornais ascenderam a 18,5 milhões de euros, uma quebra de 6,1%, enquanto as receitas com as revistas afundaram 21,9%, para 4,1 milhões de euros.

Nos primeiros três meses do ano, a Cofina registou um EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 2,3 milhões de euros, menos 19% do que no primeiro trimestre do ano passado. Já a dívida líquida ascendeu a 58,4 milhões de euros, uma melhoria face aos 60,6 milhões que registava há um ano.

No comunicado emitido esta tarde, a Cofina refere que “aprofundou a sua política de reforço da eficiência operativa, tendo sido implementadas medidas de corte de custos nas áreas mais expostas ao ciclo, bem como uma reorganização da estrutura organizativa”. No âmbito deste processo, a Cofina avançou com um despedimento coletivo de mais de 50 trabalhadores.

A empresa dá ainda conta de que “está a desenvolver novas unidades de negócio, destacando-se uma plataforma de jogo online, que deverá estar operacional durante o segundo trimestre de 2017“.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Queda de 35% do lucro leva Cofina a cortar custos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião