5 coisas que precisa saber antes de abrirem os mercados

O principal foco dos investidores promete estar no resultado das presidenciais francesas deste domingo, enquanto em Portugal a divulgação das contas trimestrais do BCP marcam o dia.

Esta segunda-feira, os investidores têm razões acrescidas para estarem focados no rumo dos mercados. Depois do resultado das presidenciais francesas deste domingo, será importante perceber qual será o rumo, tanto das bolsas como do juros da dívida soberana europeia e nacional. Em Portugal, com o PSI-20 oficialmente em bull market, as atenções dos investidores devem estar focadas na apresentação de contas do BCP relativas ao primeiro trimestre deste ano.

Reação dos mercados às presidenciais em França

Hoje os investidores prometem estar centrados na reação dos mercados ao resultado das eleições presidenciais francesas deste domingo. A vitória de Emannuel Macron já era antecipada, tendo em conta as sondagens e o balanço do debate televisivo da passada semana, claramente favorável ao líder do partido “En Marche”. Tendo isso em conta, não é de esperar uma reação negativa dos mercados, antes pelo contrário, já que a vitória de Macron é um voltar de costas dos franceses ao populismo.

BCP revela contas do primeiro trimestre

Depois do BPI e do Santander Totta, chega a vez de o BPI prestar contas relativas à sua atividade no primeiro trimestre do ano. Estimativas do CaixaBI antecipam que o banco liderado por Nuno Amado apresente lucros de 40,3 milhões de euros nos três primeiros meses do ano, o que a confirmar-se representará uma quebra de 13,7% face ao resultado apresentado no mesmo período do ano passado. A divulgação será feita após o fecho do mercado.

O que têm a dizer os líderes da Fed?

Esta segunda-feira, vários responsáveis da Reserva Federal (Fed) dos Estados Unidos estarão presentes em alguns eventos onde poderão dar novos sinais sobre o rumo da política monetária da maior economia do mundo. Loretta Mester, presidente do Banco Federal de Cleveland, vai estar em Chicago onde falará sobre o outlook económico para os Estados Unidos, por ocasião do Chicago Council on Global Affairs. Já o presidente da Fed de St. Louis, James Bullard, participa numa conferência em Atlanta, onde irá falar sobre as “areias movediças” das taxas de juro baixas.

Investidores de Wall Street dão aula sobre os mercados

Grandes investidores de Wall Street reúnem-se esta segunda-feira na “The annual Sohn Investment Conference”, em Nova Iorque, onde irão partilhar com gestores de fundos, gestores de ativos e investidores privados, as suas perspetivas de investimento. Nesta conferência falam, por exemplo, David Einhorn, presidente da Greenlight Capital, Bill Ackman, CEO da Pershing Square Capital Management, bem como Jeffrey Gundlach, CEO da Doubleline Capital.

Como vão os juros do crédito e dos depósitos?

Nesta segunda-feira, o Banco Central Europeu (BCE) divulga no seu site as taxas de juro aplicadas nos novos contratos de crédito às empresas e aos particulares, bem como dos juros dos depósitos, nos diferentes países da zone euro, em março. Estes dados irão permitir perceber se o rumo descendente de qualquer destes indicadores se mantém, no seguimento da política de juros historicamente baixos assumida pela entidade liderada por Mario Draghi.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que precisa saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião