Quais são as novidades que a Google tem para nós?

  • Juliana Nogueira Santos
  • 20 Maio 2017

Se não conseguiu acompanhar a conferência da Google, o ECO resume as novidades que foram apresentadas pela gigante norte-americana.

As conferências de apresentação das empresas tecnológicas são sempre eventos entusiasmantes para os amantes das novas tecnologias. E não foi diferente com a última conferência da Google, apelidada de I/O. Por entre conversas, discussões e painéis, lá surgiram as notícias que deixaram os corações dos geeks aos pulos.

Em cerca de duas horas, o presidente executivo da Google, Sundar Pichai, apresentou a todo o mundo os projetos ambiciosos que foram preparados em Mountain View. O ECO já tinha destacado a possibilidade de responder automática e de forma “inteligente” a um email, dando aos utilizadores três hipóteses de resposta predefinidos, mas as melhorias não ficaram por aqui. Que mais novidades tem a Google para nos oferecer?

Sundar Pichai na conferência I/O da Google.

Novos olhos para o seu smartphone

A primeira novidade vai dar novos olhos ao seu telemóvel. A Google anunciou um novo sistema de visão computorizada que será aplicado ao Google Assistant para que este identifique qualquer coisa num relance. Assim, será apenas necessário apontar a câmara para qualquer coisa para que o assistente pessoal a reconheça e apresente automaticamente todas as informações que uma pesquisa Google iria apresentar.

Esta ferramenta já está disponível nos Samsung S8, através da assistente Bixby, mas não tem tido as melhores avaliações dos utilizadores, que afirmam que raramente esta consegue reconhecer corretamente alguma coisa — para além de ainda só saber falar algumas línguas.

Assistente para todos (até para os iPhone)

Além de passar a ver através do Google Lens, o Google Assistant passa também a estar disponível em vários dispositivos, nomeadamente nos da concorrência. A partir de agora também pode obter respostas, marcar eventos ou simplesmente conversar através do assistente da Google através do seu dispositivo Apple — ainda que a empresa não se responsabilize pelos ciúmes que o Siri possa desenvolver.

O assistente da tecnológica também vai ser disponibilizado em novas linguagens, sendo que esta ainda não foi a vez do português europeu.

… até em casa

O concorrente do Amazon Echo foi à escola e aprendeu novas funções. A coluna inteligente da Google, denominada Google Home, foi melhorada para que consiga efetuar chamadas e entenda contextos nas ordens que recebe e envie instruções para outros dispositivos Google, quer seja um smartphone ou um Chromecast.

Para além disto, a componente interativa foi polida e o dispositivo irá notificar proativamente o utilizador, como por exemplo se este tiver de sair mais cedo de casa para chegar ao trabalho, no caso de haver trânsito. Além disto, a Google Home irá ter uma luz de notificação, que alerta o utilizador que esta tem alguma coisa “a dizer” e que só irá ser “dita” quando o utilizador assim o ordenar.

Um Android mais doce

Sempre que chega uma nova versão do sistema operativo, junta-se um novo doce à família: o último foi o Nougat. Sundar Pichai anunciou que o próximo será o Android O. E se está já a pensar que “O” não é um doce, não se apresse. Tudo indica que este tenha herdado a primeira letra das bolachas Oreo.

E quais serão as novidades do novo doce? Emojis renovados, melhorias na segurança, preenchimento automático de palavras-passe e mais funcionalidades que utilizam inteligência artificial. A melhoria de eficiência do software também vai levar a um maior ciclo de vida das baterias.

Com o anúncio destas novidades não foi anunciada a data de lançamento do novo Android O, mas prevê-se que o novo Pixel, o telemóvel topo de gama da tecnológica, traga já estas novas funcionalidades.

… e outro mais leve

Além da nova versão do software, a tecnológica também anunciou uma versão mais leve, para correr em dispositivos com menos de 1 GB de memória, o Android Go. Esta foi feita a pensar nos utilizadores dos países em desenvolvimento, como é o caso da Índia, que não têm acesso a ligações de dados tão rápidas ou tão constantes.

Para além do sistema operativo, as aplicações de raiz também terão uma versão mais light, que consumirá menos memória e menos dados. Os primeiros smartphones com Android Go vão ver a luz do dia em 2018.

Uma realidade virtual cada vez mais real

Pouco a pouco, a Google vai empurrando os limites da realidade, a virtual e a aumentada. No primeiro campo, foi anunciada a criação de um novo set de óculos para a sua plataforma de realidade virtual, a Daydream, que não vão precisar de um smartphone como suporte principal. O produto vai ser desenvolvido numa parceria com a HTC e a Lenovo.

No campo da realidade aumentada, Sundar Pichai acabou com o secretismo e anunciou que já está a ser desenvolvido um projeto há alguns anos, o chamado “projeto Tango” que permitirá andar por um espaço interior e receber automaticamente informações sobre tudo o que está à volta

Se ficou curioso com todas estas novidades, pode rever o evento completo através do vídeo abaixo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quais são as novidades que a Google tem para nós?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião