À procura de emprego? KPMG quer 200 recém-licenciados

  • Rita Atalaia
  • 31 Maio 2017

Recém-licenciados têm de ser das áreas de gestão, economia, matemática, contabilidade ou direito. Mas também de tecnologia. Há vagas ainda para profissionais com experiência.

A KPMG está à procura de recém-licenciados. São, ao todo, 200 vagas na área de auditoria, fiscalidade e consultoria. Um reforço da equipa que faz parte do programa “What’s your thing?”, uma iniciativa lançada no ano passado. “O objetivo da empresa passa por reforçar a estrutura, de forma a responder às ambições de crescimento”, avança a auditora. Gestão, economia, matemática, contabilidade e direito são os perfis mais procurados. Mas também há vagas para tecnologia.

José Portugal, partner da KPMG, refere que a empresa “tem mantido uma trajetória de crescimento e a contratação de recém-graduados com elevado potencial é uma das consequências desse desenvolvimento”. Para isso, querem agora renovar a equipa com uma “excelente proposta de valor para quem chega ao mercado de trabalho, assente na construção de uma carreira desafiante, à medida de cada um, com um ritmo de progressão elevado e a possibilidade de experimentar múltiplas realidades”, nota.

"[A KPMG] tem mantido uma trajetória de crescimento e a contratação de recém-graduados com elevado potencial é uma das consequências desse desenvolvimento.”

José Portugal

Partner da KPMG

Os candidatos têm de ser finalistas nas áreas de gestão, economia, matemática, contabilidade e direito. Quem for de tecnologia, tem vagas específicas, para as quais a “firma procura jovens formados em engenharia, informática e telecomunicações”. Os selecionados começam a trabalhar já em setembro, explica a KPMG, passando por um período inicial de formação antes de integrarem os escritórios na região de Lisboa e Porto.

Mas não há vagas apenas para quem acabou de sair da faculdade. “Para além destas contratações de recém-graduados previstas, a firma tem em aberto várias dezenas de vagas para profissionais com experiência”, afirma.

Comentários ({{ total }})

À procura de emprego? KPMG quer 200 recém-licenciados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião