Queda do petróleo arrasta Galp. PSI-20 não resiste às quedas

  • Rita Atalaia
  • 20 Junho 2017

O dia foi de quedas expressivas para os preços do petróleo nos mercados internacionais. Uma descida que pressionou a Galp Energia e contagiou a bolsa nacional. O PSI-20 regressou às perdas.

A bolsa nacional está de volta às perdas. Depois de ter registado a melhor sessão do mês, o PSI-20 encerrou no vermelho. Um mau desempenho que foi determinado pela queda da Galp Energia. A petrolífera foi muito pressionada pela descida expressiva dos preços do “ouro negro” nos mercados internacionais.

O índice de referência nacional, o PSI-20, caiu 0,48% para 5.304,76 pontos. Isto depois de ter subido durante duas sessões consecutivas. Este regresso a terreno negativo foi provocado pela queda de 2,56% para 13,31 euros da Galp Energia.

A empresa liderada por Carlos Gomes da Silva não resistiu à descida de quase 3% dos preços do petróleo, que levou as cotações da matéria-prima para mínimos de sete meses. Esta desvalorização dos preços surge no seguimento do aumento da produção na Líbia e numa altura em que se regista uma subida dos volumes de combustível armazenados em navios no mar.

No restante setor energético, o desempenho foi igualmente negativo. A EDP Renováveis cedeu 0,28% e a casa-mãe caiu 0,2%. Ainda do lado das quedas, destaque para a descida de 4% da Ibersol. Mas também para o Montepio e Sonae. Neste cenário de perdas, poucas foram as cotadas que escaparam. Entre estas, os CTT, Nos e Corticeira Amorim.

A queda das ações das petrolíferas europeias também se refletiu no Stoxx 600. O índice europeu recuou perto de 0,5%, apesar de ter começado o dia a ganhar quase 3%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Queda do petróleo arrasta Galp. PSI-20 não resiste às quedas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião