Subsídios de desemprego em mínimos de final de 2002

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 20 Junho 2017

Maio registou pouco mais de 200 mil prestações de desemprego, avançam as estatísticas da Segurança Social.

A Segurança Social pagou pouco mais de 200 mil prestações de desemprego em maio, o valor mais baixo em quase década e meia. É preciso recuar a novembro de 2002 para encontrar um número inferior.

De acordo com as estatísticas atualizadas pela Segurança Social, em maio existiam 200.786 beneficiários de prestações de desemprego, menos 13,8% face ao mesmo período de 2016. Comparando com abril, está em causa uma redução de 5%.

Estes 200 mil beneficiários abrangem não só aqueles que recebem o subsídio de desemprego, mais comum, como também os que auferem apoios de cariz social, desenhados para pessoas que já esgotaram o subsídio ou que não descontaram sequer tempo suficiente para aceder à prestação principal e que, simultaneamente, estão integradas em agregados de rendimentos muito baixos.

Também estão incluídos os beneficiários da medida extraordinária de apoio aos desempregados, que chegou a 3.151 pessoas em maio. O primeiro registo nas estatísticas deste apoio transitório reporta a julho de 2016 (na altura, com 73 beneficiários).

Os dados vão ao encontro daquela que tem sido a evolução do desemprego em Portugal, embora não existam ainda dados para maio. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego recuou de 9,9% em fevereiro para 9,8% em março. O valor terá estabilizado em abril, avançam os dados ainda provisórios.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Subsídios de desemprego em mínimos de final de 2002

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião