Maior programa europeu de inovação digital atrai talento português

  • ECO + Santander Totta
  • 27 Junho 2017

Catorze universidades portuguesas estão inscritas no programa, que decorre entre 16 de julho e 4 de agosto.

A European Innovation Academy (EIA), a maior aceleradora em inovação digital da Europa, continua a atrair talento português. De norte a sul do país, são 14 as universidades que já fizeram questão de não perder a oportunidade de participar na primeira edição nacional do programa, que terá lugar em Cascais, entre os dias 16 de julho e 4 de agosto.

Ao todo, serão 81 alunos universitários portugueses com um único desafio: criar uma startup tecnológica de sucesso, capaz de vencer no mercado. Em apenas três semanas, cada equipa será desafiada num contexto altamente competitivo composto por formadores, mentores e empresas de capital de risco que irão avaliar o potencial de cada projeto.

As equipas que façam parte de instituições do ensino superior da rede Santander Universidades beneficiam da parceria exclusiva que o Santander Totta estabeleceu com o EIA na relação com o ensino superior e na área financeira. Através desta parceria, o Banco irá, por um lado, atribuir 35 bolsas a estudantes de elevado potencial que estejam envolvidos nas três semanas da academia e, por outro, promover ativamente a aproximação dos projetos de inovação mais promissores aos seus clientes PME.

O envolvimento do Santander Totta na European Innovation Academy enquadra-se no seu compromisso de responsabilidade social corporativa que, através do Santander Universidades, colabora atualmente com cerca de 50 instituições de ensino superior em Portugal. Em 2016, o Banco investiu 6,8 milhões de euros em atividades relacionadas com responsabilidade corporativa, entre os quais 5,9 milhões diretamente no ensino superior em Portugal.

Universidades inscritas

  • Instituto Politécnico da Guarda
  • Instituto Politécnico de Setúbal
  • Instituto Politécnico do Porto
  • Instituto Superior de Administração e Gestão
  • Instituto Superior Técnico
  • Universidade Autónoma de Lisboa
  • Universidade da Beira Interior
  • Universidade de Aveiro
  • Universidade de Coimbra
  • Universidade do Minho
  • Universidade do Porto
  • Universidade Europeia
  • Universidade Nova de Lisboa
  • Universidades Lusíada

European Innovation Academy

O objetivo da EIA é simples: criar startups tecnológicas líderes de mercado. Como? Formando um conjunto de equipas constituídas por pessoas de 63 nacionalidades diferentes que trabalharão num ecossistema internacional e diversificado, constituído por formadores, mentores e empresas de capital de risco. Em apenas três semanas, a EIA ambiciona criar cerca de 50 projetos de diferentes domínios do digital, tais como o dos smart devices, big data, internet of things, entre outros.

Em Portugal, a European Innovation Academy vai estabelecer-se no eixo Lisboa-Cascais, tirando partido de um acordo que já estabeleceu com a Câmara Municipal de Cascais e com a Nova SBE para, no futuro, se instalar no novo campus de Carcavelos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Maior programa europeu de inovação digital atrai talento português

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião