Ferro Rodrigues: Galpgate é um caso “absurdo” e um “mistério da justiça”

  • ECO
  • 15 Julho 2017

O Presidente da Assembleia da República diz não compreender como é que o facto de os secretários de Estado terem aceitado convites da Galp é "um crime". Ferro Rodrigues defende que é "absurdo".

Ferro Rodrigues afirma que não é crime aceitar bilhetes para ir ao futebol. É assim que o Presidente da Assembleia da República (AR) responde, a título pessoal, à investigação do Ministério Público às viagens pagas pela Galp Energia a membros do Governo. Um convite que levou à demissão de três secretários de Estado. Ferro Rodrigues defende que é “um absurdo” e que é um “mistério da justiça portuguesa”.

“Para mim há um mistério nisto que é o facto de haver uma empresa que patrocinava a seleção nacional de futebol, a Galp, ter feito uns convites a umas pessoas e elas terem aceitado. Onde é que isto configura um crime parece-me totalmente absurdo. É a minha posição pessoal”, afirma o Presidente da AR numa entrevista à TSF. Ferro Rodrigues deixa ainda uma questão: “Porque é que passado um ano há agora esta situação de serem constituídos arguidos. É um mistério da justiça portuguesa”.

O caso remonta a agosto de 2016 e ao Campeonato Europeu de Futebol. Três secretários de Estado viajaram de Falcon de Bragança para Lyon, para assistir à meia-final do Euro 2016, a convite da Galp, uma das empresas patrocinadoras da seleção nacional.

A história começou apenas com Fernando Rocha Andrade, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, e com João Vasconcelos, o secretário de Estado da Indústria. Mas, afinal havia ainda mais um protagonista do Executivo: o secretário de Estado da Internacionalização, Jorge Costa Oliveira, que tutelava a Aicep e, portanto, poderia influenciar o processo de decisão relativa a uma candidatura da Galp a apoios do Portugal 2020.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ferro Rodrigues: Galpgate é um caso “absurdo” e um “mistério da justiça”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião