Metro do Porto: em menos de um mês, mais de 20 interessados

  • ECO
  • 17 Julho 2017

Entre as várias entidades interessadas na concessão estão grandes grupos internacionais. Atualmente é a Via Porto, do grupo Barraqueiro que detém a concessão.

O concurso para a subconcessão do metro do Porto está em andamento há menos de um mês mas já 24 entidades manifestaram interesse. O presidente espera que metade resulte em propostas concretas.

O interesse das 20 entidades foi manifestado através da pesquisa na plataforma eletrónica onde se encontra a informação sobre o processo. O concurso, em vigor desde dia 23 de junho, propõe que a concessão se estenda por sete anos, a começar em abril de 2018, pelo valor de 221 milhões de euros.

Atualmente é a Via Porto, do grupo Barraqueiro que detém a concessão. A Metro do Porto paga cerca de 35 milhões por ano de acordo com o contrato em vigor. Na nova subconcessão, admite pagar até 38 milhões pois acredita que o próximo operador tenha mais encargos, que advêm de novas obrigações. São elas a manutenção de material circulante, escadas rolantes e elevadores e do sistema de bilhetes. A portaria estima que o encargo máximo seja de 311,1 milhões de euros por ano.

Outra das alterações previstas ao contrato é o fim do sistema de “bónus/malus” que dita ajustes nos encargos para a Metro do Porto consoante a procura. Os projetos de extensão já estão incluídos nos preços em discussão.

 

O preço é precisamente o critério que definirá o vencedor do concurso. Jorge Delgado diz ao Jornal de Negócios (acesso pago) que espera uma “competição interessante” que leve a um “preço interessante”. As propostas serão aceites até 25 de setembro e a decisão será conhecida em outubro, para que o contrato seja assinado em dezembro.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Metro do Porto: em menos de um mês, mais de 20 interessados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião