Martifer constrói navio com a Rolls-Royce para Mário Ferreira

  • Tiago Varzim
  • 3 Agosto 2017

O navio-cruzeiro encomendado por Mário Ferreira à Martifer já está em construção nos Estaleiros de Viana do Castelo e vai contar com a parceria da Rolls-Royce para os motores.

A empresa britânica Rolls-Royce anunciou esta quinta-feira que vai construir, em parceria com a West Sea, do grupo Martifer, o navio oceânico encomendado por Mário Ferreira, dono da Douro Azul e da Mystic Cruises. A construção já está em andamento, sendo que a conclusão está prevista para outubro do próximo ano. O navio vai chamar-se ‘MS World Explorer’ e servirá para os cruzeiros de expedição na Antártida.

Segundo o comunicado da empresa inglesa, o navio vai ter capacidade para acolher 200 pessoas e 111 tripulantes. O cruzeiro terá 126 metros de comprimento e 19 metros de largura. A embarcação foi desenhada pelo arquiteto naval italiano, Giuseppe Tringali. O MS World Explorer viajará a uma velocidade de 16 nós.

A Rolls-Royce assinala que o navio será sustentável do ponto de vista ambiental, sendo capacitado com tecnologia de ponta da empresa. No comunicado, os britânicos dizem que este é “um de muitos” cruzeiros que serão construídos para a empresa de Mário Ferreira. O custo — cujo investimento não foi revelado pelo empresário português — deste tipo de embarcação fica entre os 70 milhões e 100 milhões de euros.

“Estamos muito satisfeitos por estar a trabalhar com uma empresa líder na indústria como a Rolls-Royce”, diz Mário Ferreira a propósito desta parceria. “Desde que iniciámos esta parceria que os resultados têm sido muito positivos“, classifica o CEO da Mystic Cruises, destacando a necessidade de chegar a uma solução “sustentável, eficiente e amiga do ambiente”. “É por isso que optámos pela tecnologia híbrida que a Rolls-Royce propôs”, conclui o empresário português.

Estamos muito satisfeitos por estar a trabalhar com uma empresa líder na indústria como a Rolls-Royce.

Mário Ferreira

CEO da Mystic Cruises

Essa preocupação é também assinalada pelo vice-presidente da empresa britânica, John Roger Nesje: “A nossa experiência com todos os aspetos do design e da construção de um navio permite-nos ajudar a Mystic Cruises a considerar cuidadosamente o perfil operacional do MS World Explorer e identificar a combinação ótima de tecnologia a usar para reduzir as emissões [poluentes] e alcançar um desempenho melhorado”, lê-se no comunicado da Rolls-Royce.

Este navio oceânico servirá para a aposta da Mystic Cruises em cruzeiros de expedição na Antártida. Os itinerários vão começar em novembro e terminar em março, com partida em Ushuaia, cidade no sul da Argentina. Durante o resto do ano, o navio estará em distintos portos, por todo o mundo. As viagens serão segmentadas em etapas de 10 dias e custarão à volta de mil euros por noite.

(Atualizado às 11h15)

Comentários ({{ total }})

Martifer constrói navio com a Rolls-Royce para Mário Ferreira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião