Portugal vai continuar a crescer? Indicador avançado diz sim, mas…

  • Margarida Peixoto
  • 8 Agosto 2017

O indicador avançado da OCDE aponta para a manutenção de um crescimento estável nos próximos seis a nove meses em Portugal, sem que se prevejam fortes viragens do ciclo. Mas há um sinal amarelo.

O indicador avançado da OCDE continua a antecipar a manutenção de um ritmo de crescimento estável em Portugal, nos próximos seis a nove meses. O índice que procura antever viragens de ciclo económico cresceu em junho e mantém-se acima dos 100 pontos, o referencial para economias que estão a crescer. Mas há um sinal amarelo que recomenda cautela.

Em junho, o índice compósito da OCDE acelerou para 100,07 pontos, dos 100,03 pontos que tinham sido registados em maio, mostram os dados para Portugal, revelados esta terça-feira.

Neste indicador, o número exato diz pouco: o que se pretende é ver se o valor está acima de 100 pontos (que representa crescimento económico) e se está a crescer, o que indica que a economia está numa fase de expansão (por oposição a uma fase de desaceleração). Assim sendo, os sinais para Portugal são positivos: o valor aumentou e está acima de 100 pontos. Em termos mensais, o crescimento foi de 0,03%.

Portugal mantém-se acima dos 100 pontos

Valores arredondados à primeira casa decimal. Fonte: OCDE

Mas há um sinal amarelo: em termos homólogos, o indicador reduziu-se pelo quinto mês consecutivo. Em junho, a contração foi de 0,31%. Esta redução homóloga poderá sinalizar que se aproxima um período de desaceleração do crescimento.

Em termos internacionais, o indicador aponta para um momento de crescimento estável na zona euro, com perspetivas de aceleração na Alemanha e em França. Nos Estados Unidos, no Japão e no Canadá as perspetivas são de crescimento estável e no Reino Unido parecem confirmar-se os sinais de abrandamento.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal vai continuar a crescer? Indicador avançado diz sim, mas…

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião