Após três semanas de subidas, gasóleo prepara-se para descer

Entre o sobe e desce, os preços do petróleo acabaram por perder valor na semana. E os preços dos combustíveis nos mercados também recuaram, mas só o diesel poderá baixar nos postos de abastecimento.

Depois de semanas de aumentos, os preços dos combustíveis dão tréguas aos automobilistas. Na semana em que muitos portugueses gozam a ponte, os valores de venda nos postos de abastecimento nacionais têm margem para baixar, mas apenas no caso do gasóleo, o mais utilizado em Portugal.

Enquanto a gasolina deverá manter-se inalterada, no caso do diesel há margem para uma redução de meio cêntimo por litro, de acordo com os cálculos do ECO que têm por base as cotações da Bloomberg. Esta descida será a primeira após três semanas de aumentos nos preços de venda, podendo levar o valor médio de venda do gasóleo para cerca de 1,205 euros.

Esta descida traduz a queda de 0,9% das cotações da tonelada métrica do gasóleo nos mercados internacionais, para 410 euros, sendo que poderia até ter sido superior se o euro não tivesse desvalorizado contra a moeda norte-americana. Em dólares, a queda foi mais expressiva: 1,4%.

A desvalorização dos combustíveis nos mercados segue a descida dos preços do petróleo nos mercados internacionais, apesar do West Texas Intermediate (WTI) ter chegado a superar os 50 dólares em Nova Iorque. No acumulado da semana, no entanto, os preços registaram um ligeiro alívio, com o WTI já a negociar nos 48,80 dólares.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Após três semanas de subidas, gasóleo prepara-se para descer

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião