Patrões da Altice e Prisa querem ser ouvidos pela ERC

  • ECO
  • 18 Agosto 2017

Entidade Reguladora para a Comunicação Social já ouviu presidentes dos principais grupos de media e telecom, incluindo Balsemão (Impresa) e Miguel Almeida (Nos) por causa da compra da TVI pela Altice.

Os presidentes dos principais grupos de media e telecomunicações foram recebidos pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) por causa da compra da TVI pela Altice. Francisco Pedro Balsemão (Impresa), Miguel Almeida (Nos), Michel Combes (Altice), Paulo Neves (PT Portugal) e Rosa Cullell (Media Capital) tiveram oportunidade de manifestar as suas opiniões junto do presidente daquela entidade, Carlos Magno, que também deverá ouvir Patrick Drahi (Altice) e Juan Luis Cebrián (Prisa) no âmbito deste processo.

Em causa está o negócio entre a Altice e a espanhola Prisa em torno da Media Capital, num acordo no valor de 440 milhões de euros anunciado a 14 de julho e que vai permitir à dona da PT Portugal ficar com o canal de televisão TVI e ainda um portefólio de ativos de entretenimento que inclui rádios e produtoras.

Ao Jornal Económico [acesso pago], Carlos Magno disse que “já foram abertos os canais de comunicação para iniciar os procedimentos” relativos a este negócio. “Quem pediu para ser recebido já foi”, acrescentou ainda.

O jornal avança que Drahi e Cebrián já se disponibilizaram a ir à ERC para serem ouvidos por causa da operação, já depois de outros responsáveis direta e indiretamente relacionados terem sido recebidos por Carlos Magno.

A ERC terá de se pronunciar sobre o negócio assim que for contactada pela Autoridade da Concorrência, antes de esta dar o seu parecer sobre a operação, tendo em conta que o parecer do regulador do setor dos media é vinculativo.

Ainda de acordo com aquele jornal, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) já tem nas suas mãos o pedido de registo da oferta pública de aquisição (OPA) da dona da Meo sobre 5% do capital da Media Capital, um pedido que se encontra para já suspenso à espera da não oposição da Autoridade da Concorrência.

Comentários ({{ total }})

Patrões da Altice e Prisa querem ser ouvidos pela ERC

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião