Exclusivo Banco de Fomento: há mais duas baixas na comissão executiva

O Banco de Fomento viu sair, esta sexta-feira, mais dois administradores: Ricardo Luz e Maria João Nunes. Comissão executiva está reduzida a um elemento.

Os tempos não estão fáceis para a Instituição Fnanceira de Desenvolvimento, mais conhecida por Banco de Fomento. À saída de José Fernando Figueiredo da presidência executiva, somam-se agora as saídas de mais dois administradores: Ricardo Luz e Maria João Nunes, sabe o ECO.

A saída dos dois administradores terá sido consumada esta sexta-feira, 1 de setembro. Neste momento, a comissão executiva do banco de fomento está reduzida apenas a uma pessoa, Henrique Cruz. Este último entrou para a instituição em julho, aquando da saída de José Fernando Figueiredo. Ainda na mesma altura entrou também para o conselho de administração a nova presidente da SPGM, Ana Beatriz Freitas.

Fontes próximas ao processo garantiram ao ECO que em causa estão divergências com a tutela. Com estas saídas a comissão executiva deixa de ter quorúm, pelo que as decisões terão que ir ao conselho de administração liderado por Alberto Castro.

O Governo não nomeou até agora ninguém para o cargo de presidente da instituição.

Contactado o ministério da Economia limitou-se a dizer que: “não tem mais comentários a fazer”.

(Notícia atualizada às 17h17 com reação do ministério da Economia)

Comentários ({{ total }})

Banco de Fomento: há mais duas baixas na comissão executiva

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião