Inspetores da ASAE convocam greve para 9 de outubro

  • Lusa
  • 16 Setembro 2017

Os inspetores da ASAE convocaram uma greve geral para 9 de outubro, como forma de luta por melhores condições laborais, anunciou a Associação Sindical dos Funcionários da ASAE (ASF-ASAE)

A decisão foi tomada em assembleia geral na sexta-feira, em Pombal, numa reunião para apreciar a proposta apresentada pelo Governo, no final de um longo processo de negociação para criar a carreira especial de inspeção da ASAE.

“Por unanimidade, foi aprovada uma moção, a rejeitar parcialmente a proposta do Governo, que não vai ao encontro das legítimas expectativas dos inspetores, nem reflete a importância, valor e dignidade da ASAE”, refere no comunicado.

Na mesma moção, os inspetores da ASAE exigem uma negociação suplementar com o ministério das Finanças, face ao que chamam de “incapacidade e irredutibilidade” do ministério da Economia em negociar matérias como as regras de transição para a carreira única, o horário de trabalho e uma nova tabela remuneratória.

Os inspetores dizem também que não aceitam as regras de transição para a carreira única, propostas pelo Governo, por serem “injustas e segregadoras” e não integrarem 60% do atual corpo inspetivo.

Os trabalhadores da ASAE rejeitam ainda o regime de horário de trabalho e não aceitam que a tabela remuneratória apresentada pelo Governo não possa ser negociada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Inspetores da ASAE convocam greve para 9 de outubro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião