Uber pede desculpas “pelos erros cometidos” em Londres

  • ECO
  • 25 Setembro 2017

A Uber pediu desculpa depois de os Transportes de Londres terem decidido não renovar a licença para operar na capital britânica. A empresa vai recorrer da decisão.

A Uber pediu desculpas “pelos erros cometidos” depois dos Transportes de Londres (TL) terem decidido não renovar a licença para a empresa continuar a operar na capital britânica.

Depois de, na passada sexta-feira, os Transportes de Londres terem anunciado que não iam renovar a licença da Uber para operar na cidade, a empresa avançou esta segunda-feira com um pedido de desculpas.

Na origem da situação está o facto de a empresa não cumprir características requeridas pelos operadores de alugueres de carro, nomeadamente no que diz respeito ao modo como reportam os crimes e na investigação dos antecedentes dos condutores.

Numa carta-aberta publicada no “Evening Standard”, o diretor-executivo da Uber, Dara Khosrowshahi, assumiu os erros, dizendo que “ao mesmo tempo que a Uber revolucionou o modo como as pessoas se movem nas cidades nos diversos pontos do mundo, é igualmente verdade que fizemos coisas mal nesse caminho”.

“Em nome de todos na Uber a nível global, peço desculpa pelos erros que nós cometemos”, acrescenta. A empresa adiantou ainda que vai recorrer da decisão dos Transportes de Londres, “em nome de milhões de londrinos, mas fazemo-lo com a consciência de que temos de mudar”. Ameaçou ainda levar a cidade a tribunal e já avançou com uma petição online que já conta com mais de 750 mil assinaturas.

Estas declarações surgem num tom mais humilde do que as proferidas pelo antecessor, Travis Kalanick, que foi afastado do cargo, a pedido dos investidores, na sequência do escândalo de abusos sexuais e após várias denúncias de uma cultura sexista vigente.

Sadiq Khan, o mayor de Londres, comentou que “obviamente, estou satisfeito por ele ter conhecido as questões que afetam a Uber em Londres”, salientando que, apesar de existir um processo legal em curso, “eu pedia aos TL para ficarem disponíveis para se reunirem com ele”.

“Não seremos perfeitos mas vamos ouvir as vossas recomendações; vamos procurar ser parceiros a longo prazo com as cidades nas quais operamos; e vamos continuar com o nosso trabalho com humildade, integridade e paixão”, disse Khosrowshahi.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Uber pede desculpas “pelos erros cometidos” em Londres

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião