Moreira ataca Rui Rio. “Autárquicas no Porto não são primárias secretas do PSD”

O presidente reeleito da Câmara do Porto deixou duras críticas a Rui Rio, que tem aberto a porta a uma candidatura à liderança do PSD.

Rui Moreira foi reeleito presidente da Câmara do Porto e aproveitou o discurso de reação aos resultados provisórios das autárquicas para lançar ataques ao PSD, particularmente a Rui Rio, que tem aberto a porta a uma candidatura à liderança do PSD.

“Os grandes derrotados desta noite têm rostos como os de António Tavares, Rui Rio e Paulo Rangel. Não digo isto por não nos terem apoiado, mas por terem usado a cidade do Porto para disputas de índole nacional. As autárquicas no Porto não são as primárias secretas do PSD“, disse Rui Moreira, que deverá ser reeleito com 43% a 48% dos votos.

Rui Moreira criticou ainda Manuel Pizarro, o candidato pelo PS, que deverá conseguir 28% a 31% dos votos. “O apoio que nos oferecia tinha um preço que o nosso movimento independente não podia nem quis pagar. Depois, tentou nacionalizar as eleições no Porto. E esse é um preço que a cidade não quis pagar”, sublinhou.

Manuel Pizarro, por seu lado, disse que a sua candidatura não esquece “o que aconteceu a 6 de maio, quando alguém rompeu com um acordo que estava estabelecido“, referindo-se ao momento em que Rui Moreira recuou no acordo com o PS.

Para o novo mandato, Rui Moreira refere que a prioridade continuará a ser a aposta “na cultura, na economia, na afirmação da cidade, não apenas política mas em todas as suas vertentes, na coesão social e na sustentabilidade”. O presidente reeleito concluiu que “os grandes projetos” já lançados “vão ser concluídos, com contas à moda do Porto”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Moreira ataca Rui Rio. “Autárquicas no Porto não são primárias secretas do PSD”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião