Cavaco Silva sobre as autárquicas: “Acontece que não votei”

  • Ana Batalha Oliveira
  • 4 Outubro 2017

O ex-presidente da República não votou nas autárquicas e não comenta os resultados. Na apresentação hoje de um livro de economia, limitou-se a elogiar a contribuição de Passos Coelho para a economia.

Cavaco Silva abstém-se de comentar os resultados das autárquicas. “Acontece, até, que não votei” nas eleições em que o PS foi o vencedor e o PSD o grande derrotado, disse o antigo Presidente da República. Quanto à decisão de Passos Coelho de não se recandidatar à liderança do partido social-democrata, limitou-se a apontar o contributo que Passos deu para a trajetória positiva da economia nacional.

À margem da apresentação do livro “Ética aplicada à Economia”, Cavaco Silva escusou-se a comentários pois não faz parte do grupo de “políticos que estão no ativo ou comentadores profissionais”. Acrescentou ainda: “Acontece, até, que eu não votei, porque estava num casamento de um familiar muito próximo na Escócia no próprio dia e por isso só acompanhei já na segunda-feira o que tinha aqui ocorrido“.

Passos Coelho deu o seu contributo para que Portugal a partir de 2013 entrasse numa trajetória de crescimento económico, redução do desemprego e melhoria das condições de vida da população.

Cavaco Silva

Ex-Presidente da República

Quanto às declarações de Passos Coelho no Conselho Geral do PSD, que revelou que não se vai recandidatar à liderança do PSD depois dos maus resultados obtidos, o ex-presidente da República diz não ter assistido. Defende que “compete aos militantes tomarem as decisões que considerem melhores não só para o partido, mas acima de tudo para o país“.

Aproveitou ainda para acrescentar, acerca de Pedro Passos Coelho que este “deu o seu contributo para que Portugal a partir de 2013 entrasse numa trajetória de crescimento económico, redução do desemprego e melhoria das condições de vida da população que felizmente para todos tem vindo a acentuar-se”.

Cavaco Silva atribui este desempenho positivo da economia nacional à “excelente situação da economia europeia e dos benefícios que Portugal retira do turismo e das exportações”, assim como “imagem de segurança que Portugal projeta e da hospitalidade dos portugueses”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cavaco Silva sobre as autárquicas: “Acontece que não votei”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião