Juros a dez anos caem para mínimos desde dezembro de 2015

  • Lusa e ECO
  • 9 Outubro 2017

Os juros da dívida nacional continuam a cair e, na maturidade a dez anos, desceram para mínimos desde dezembro de 2015. Saída do lixo e perspetivas económicas positivas continuam a ajudar.

Os juros da dívida portuguesa estavam esta segunda-feira de manhã a descer em todos os prazos em relação a sexta-feira e a dez anos para mínimos desde dezembro de 2015.

Cerca das 8h45 em Lisboa, os juros a dez anos estavam a cair para 2,361%, um mínimo desde dezembro de 2015, contra 2,405% na sexta-feira. No prazo de cinco anos, os juros também estavam a recuar, para 0,938%, contra 0,975% na sexta-feira e 0,874% a 20 de setembro, um mínimo desde abril de 2015.

Juros a 10 anos renovam mínimos de dezembro 2015

Fonte: Bloomberg

No mesmo sentido, a dois anos, os juros estavam a descer para -0,054%, contra -0,039% na sexta-feira e -0,076%, o atual mínimo de sempre, registado pela primeira vez em 19 de setembro. Os juros de Espanha, Itália e Irlanda estavam a descer a dois, cinco e dez anos, bem como os da Grécia a cinco e dez anos.

Os juros estão em tendência decrescente praticamente desde a decisão da Standard & Poor’s de subir a notação atribuída à dívida pública portuguesa para uma categoria de investimento. Os mercados anteveem uma decisão semelhante por parte das restantes agências, o que poderá permitir aos fundos incluírem a dívida nacional nos seus portefólios.

A ajudar a descida dos juros estão também as conclusões positivas por parte da Comissão Europeia em relação à economia portuguesa, que constam no relatório da sexta avaliação pós-troika, embora Bruxelas alerte que existem “vulnerabilidades significativas” que ainda permanecem.

Comentários ({{ total }})

Juros a dez anos caem para mínimos desde dezembro de 2015

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião