Housers entra em Portugal e prevê captar 3,5 milhões de euros

  • Lusa
  • 11 Outubro 2017

Housers quer converter-se na primeira comunidade de financiamento participativo do imobiliário do sul da Europa. A entrada em Portugal é o mais recente passo no sentido desse objetivo.

A plataforma de financiamento imobiliário participativa Housers vai operar em Portugal, onde prevê captar 11.000 utilizadores num ano e um investimento de 3,5 milhões de euros para financiar a compra de 10 a 15 imóveis em Lisboa e Porto.

Num comunicado, a empresa explica que abriu uma delegação em Lisboa e que em Portugal replicará o modelo de negócio implantado em Itália, país onde opera desde maio.

“A expansão para Portugal é um passo importante na nossa estratégia a médio prazo para nos convertermos na primeira comunidade de financiamento participativo do sector imobiliário do sul da Europa“, segundo o sócio fundador da Housers Álvaro Luna.

No comunicado, a Housers sublinha que já tem 68.000 utilizadores que investiram 32 milhões de euros em 167 imóveis.

A plataforma tem como objetivo alcançar 100.000 utilizadores antes do fim deste ano, bem como superar os 45 milhões de euros de investimento em imóveis em Espanha e Itália.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Housers entra em Portugal e prevê captar 3,5 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião