Incêndios: Presidente da República “reafirma urgência de agir”

Marcelo Rebelo de Sousa reafirma a "urgência de agir" contra os incêndios, em novo comunicado. O Presidente da República diz que fala ao país após a estabilização dos fogos e o balanço da tragédia.

O Presidente da República voltou a revelar a sua preocupação relativamente aos incêndios que alastram por todo o País, reafirmando a “urgência de agir”. O alerta é deixado num novo comunicado publicado no site da Presidência da República, no qual Marcelo Rebelo de Sousa diz que está a acompanhar a situação dos incêndios e que irá falar ao país após a estabilização dos fogos e o balanço da tragédia.

“Tal como ontem, o Presidente da República está a acompanhar a situação dos incêndios em todo o Continente. O Chefe de Estado espera a rápida estabilização dos fogos e o balanço da tragédia, e falará depois ao País, bem como irá visitar, ao longo dos dias seguintes, as principais áreas ardidas”. O comunicado diz ainda que o Presidente da República cancelou a agenda programada para esta semana e pondera, se for caso disso, adiar também a visita aos Açores na próxima semana.

O Presidente relembra ainda as palavras que proferiu sábado a propósito de Pedrógão quando pediu que fossem apuradas responsabilidades: “Portugal aguarda com legítima expectativa as consequências que o Governo irá retirar de uma tragédia sem precedentes da nossa história democrática”, disse Marcelo.

No comunicado desta segunda-feira, a Presidência da República diz que “o que acabou de suceder só dá razão acrescida à sua intervenção de sábado passado”.

Já neste domingo ao final do dia, Marcelo Rebelo de Sousa manifestou a sua solidariedade com as populações das áreas afetadas pelos fogos, tendo exprimido ainda o seu profundo pesar aos familiares das vítimas, numa declaração escrita também publicada no site da Presidência da República.

“O Presidente da República manifesta a sua solidariedade às populações e aos autarcas por todo o continente, agradece o seu sacrifício, bem como dos Bombeiros e demais estruturas da Proteção Civil no combate aos fogos e exprime o seu profundo pesar aos familiares das vítimas”, lia-se também nessa mensagem do Presidente da República.

Patrícia Gaspar, porta-voz da Proteção Civil, confirmou no briefing das 11h00 desta manhã que o balanço atual dos incêndios é de 31 vítimas mortais e 51 feridos, 15 dos quais graves, adiantando a possibilidade do número de mortos poder vir a ser revisto em alta nas próximas horas.

(Notícia atualizada às 15h16 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Incêndios: Presidente da República “reafirma urgência de agir”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião