Mota-Engil vende participação na Sctuvias

O grupo Mota-Engil prossegue a estratégia de alienar os ativos da área de negócios de concessões de transportes. Venda das concessões foram concluídas, após autorizações legais.

O grupo Mota-Engil concluiu, esta sexta-feira, a alienação das participações na Sctuvias, MRN e Portvias. Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) o grupo liderado por António Mota dá conta de que a transação entre a Lineas (ex-Ascendi) e a Globalvia Inversiones foi concluída.

“Após a obtenção de todas as autorizações legais e contratuais, a Lineas – Concessões de Transportes, SGPS, S.A. concluiu hoje a alienação à Globalvia Inversiones, SAU das suas participações na Scutvias – Autoestradas da Beira Interior, S.A., MRN-Manutenção de Rodovias Nacionais, SA e Portvias-Portagem de Vias, SA.”

Ainda segundo o comunicado, a transação foi efetuada com uma avaliação do ativo de 75 milhões de euros, com a data de referência de 31 de dezembro de 2016.

A Mota-Engil acrescenta que “com esta operação fica mais próxima a alienação total dos ativos da área de negócios de concessões de transportes cujo processo se iniciou em setembro de 2015”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Mota-Engil vende participação na Sctuvias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião