Ainda quer uma lista telefónica? Saiba como a pedir

  • Lusa
  • 26 Outubro 2017

Se ainda precisa de lista telefónica, tem até ao próximo dia 29 de novembro para a pedir à Meo. Saiba como o fazer - e, se for a lista da sua área de residência, o serviço é gratuito.

As listas telefónicas impressas para 2018 podem ser pedidas até ao dia 29 de novembro junto da Meo, que é o prestador universal responsável, informou a Anacom esta quinta-feira. O pedido pode ser feito através do número 808 204 204 ou pela internet.

“As listas telefónicas apenas serão entregues às pessoas que as solicitem previamente e de forma expressa, que as receberão de forma gratuita no caso de se tratar da lista da sua área de residência”, refere o regulador das comunicações.

“Quem precisar de mais listas, de outras regiões, também terá que as solicitar, podendo suportar despesas com portes e expedição se as quiser receber na morada indicada por si”, prossegue, acrescentando que caso os interessados pretendam levantá-las nas duas lojas da Meo disponíveis para o efeito — uma em Lisboa e outra no Porto — deverá indicar essa intenção previamente e indicar quem o poderá fazer, não tendo qualquer custo.

Em 2015, a Meo ganhou o concurso público lançado pelo Governo para atribuição do serviço universal de disponibilização de uma lista telefónica completa e de um serviço completo de informação de listas por um período de três anos.

“Assim, terá de disponibilizar anualmente listas impressas que abrangem todos os assinantes de serviços telefónicos (fixos e móveis), incluindo clientes de outros operadores sem ser da Meo, desde que tenham autorizado a inclusão dos seus dados”, refere a Anacom.

“A Meo deve também disponibilizar a lista telefónica em formato eletrónico e disponibilizar os dados da lista através de um serviço de informações (número 118), cuja utilização tem um custo associado”, conclui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ainda quer uma lista telefónica? Saiba como a pedir

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião