Empresa de Pais do Amaral consegue acordo com credores

A Ahs Investimentos conseguiu chegar a um acordo com os seus credores para o pagamento da dívida superior a 165 milhões de euros. O Novo Banco é o maior credor, com um crédito de quase 20 milhões.

A empresa de Miguel Pais do Amaral tem uma dívida superior a 165 milhões de euros, maioritariamente devido a instituições bancárias. A Ahs Investimentos conseguiu um acordo com os seus credores para renegociar esses empréstimos.

O empresário Miguel Pais do Amaral conseguiu chegar a um acordo com os credores da sua empresa Ahs Investimentos, que mantém uma dívida superior a 165 milhões de euros, onde o maior credor é o Novo Banco, seguido do Banco Comercial Português. Estes dois bancos aprovaram o plano de recuperação interposto no âmbito do Processo Especial de Revitalização (PER) pela Ahs Investimentos, segundo avançou o Jornal de Negócios (acesso pago).

A 20 de outubro, o Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa proferiu “o despacho de homologação relativo ao acordo entre a empresa e os credores” e, pouco tempo depois de ter sido pedido o PER, o Negócios conseguiu apurar que o objetivo desse pedido era um alongamento dos prazos dos empréstimos, mas sem que houvesse qualquer perdão de dívida.

O Novo Banco reclama 19,7 milhões de euros da dívida e o Montepio, Crédito Agrícola, BIC e Caixa Geral de Depósitos reclamam quantias superior a dez milhões de euros, cada um. No total são 55 credores com dívidas reclamadas. A Ahs Investimentos pertence ao The Quifel Group, fundado por Miguel Pais do Amaral. Nos últimos dois anos a Ahs registou vendas de zero euros, obtendo resultados negativos.

Comentários ({{ total }})

Empresa de Pais do Amaral consegue acordo com credores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião