Web summit: bilhetes de 7,5 euros vendidos por mil na Internet

  • ECO
  • 29 Outubro 2017

Quem anuncia diz que não haverá problemas, mas a organização do evento avisa que "um bilhete revendido será considerado nulo".

Há bilhetes para o Web Summit comprados a 7,5 euros que agora estão a ser vendidos por dez, cem e até mil euros na Internet. De acordo com o Diário de Notícias, multiplicam-se por estes dias as ofertas nas páginas de compra e venda de bilhetes das redes sociais.

Num dos casos, o preço é de 997 euros, e o anunciante explica que está a vender o cupão para a Web Summit porque precisa “de dinheiro”. Também há quem diga que não poderá estar presente e até quem troque uma entrada por três bilhetes para o concerto da Shakira. Em muitas situações, o preço só é divulgado por mensagem privada.

Isto acontece pouco depois de terem esgotado os dez mil bilhetes de meio-dia que a organização da Web Summit disponibilizou a 7,5 euros, para jovens entre 16 e 23 anos. Antes, em novembro do ano passado, esgotaram os primeiros bilhetes, que custavam 300 euros. Desde então foi sempre a subir, escreve o DN. Comprar hoje uma entrada com tudo incluído custa 1.500 euros e terá de ser feito no site da Web Summit. A organização garante que quem comprar bilhetes por outras vias não vai conseguir entrar.

“Independentemente de terem surgido mudanças nos planos de viagem ou de trabalho, será impossível revender um bilhete ou atribuí-lo a outra pessoa. Um bilhete revendido será considerado nulo“, afirmou fonte da Web Summit ao DN/Dinheiro Vivo. Portanto, os bilhetes são pessoais e intransmissíveis e quem não mostrar a identificação associada à compra vai ficar à porta.

Também o Ministério da Economia explica que “a triagem é feita no ato da inscrição, com o preenchimento de um formulário, e à entrada da Web Summit, pelo que caso os dados da pessoa à entrada não sejam os mesmos aquando da inscrição, essa pessoa não terá acesso ao evento.”

Por outro lado, quem anuncia online tem outra versão, falando em bilhetes sem nome. As plataformas de classificados online estão atenta ao assunto e o OLX garante mesmo que tem vindo a apagar este tipo de anúncios.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Web summit: bilhetes de 7,5 euros vendidos por mil na Internet

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião