Web Summit condiciona trânsito até 13 de novembro. Saiba onde

  • Lusa
  • 31 Outubro 2017

Trânsito estará condicionado em quatro freguesias lisboetas e em algumas outras zonas da cidades. Desvios de trânsito serão coordenados no local por autoridades policiais.

O trânsito vai estar condicionado em Lisboa até 13 de novembro nas freguesias do Parque das Nações, Santa Maria Maior, Misericórdia e Alcântara devido à realização da cimeira tecnológica Web Summit, anunciou, esta terça-feira, a Câmara Municipal de Lisboa (CML).

A cimeira tecnológica Web Summit decorre em Lisboa de 6 a 9 de novembro.

Numa nota, a autarquia realçou que os condicionamentos já se começaram a fazer sentir desde a passada sexta-feira sobretudo nas principais artérias destas freguesias, prolongando-se até 13 de novembro.

Até esse dia está encerrada a circulação na Avenida do Atlântico e na Alameda dos Oceanos, junto à FIL.

Durante este período a circulação na Rua do Bojador é invertida, exceto entre 05 e 09 de novembro, período em que estará encerrada à circulação no troço entre a Rotunda da Lágrima e a Alameda dos Oceanos, informou a CML.

De 06 a 09 de novembro estará encerrada a circulação em toda a Alameda dos Oceanos e na Avenida do Índico entre a Alameda dos Oceanos e a Avenida Dom João II, onde será garantido o acesso ao parque e a operações de cargas e descargas.

A Rua do Bojador vai estar encerrada à circulação no troço entre a Rotunda da Lágrima e a Alameda dos Oceanos e a Avenida da Boa Esperança estará condicionada à circulação entre a Rotunda dos Vice-Reis e a Torre Vasco da Gama, ficando apenas circulável para viaturas autorizadas.

Neste período, a Avenida do Atlântico estará encerrada à circulação no lado norte, entre as 07:00 e as 22:00 do dia 06 e entre as 07:00 e as 20:00 nos restantes dias.

Ainda entre 06 e 09 de novembro poderão existir condicionamentos noutros locais da cidade, designadamente no Bairro Alto, Rua da Misericórdia, Cais do Sodré e zona envolvente da Lx Factory.

A CML destacou que as alterações à circulação e os respetivos desvios de trânsito serão devidamente coordenados no local por autoridades policiais.

Fundada em 2010 por Paddy Cosgrave e os cofundadores Daire Hickey e David Kelly, a Web Summit é um dos maiores eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo e evoluiu em menos de seis anos de uma equipa de apenas três pessoas para uma empresa com mais de 150 colaboradores.

A cimeira tecnológica, que nasceu em 2010 na Irlanda, vai manter-se em Lisboa até 2020 e poderá ficar por mais dois anos.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Web Summit condiciona trânsito até 13 de novembro. Saiba onde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião