Web Summit. Há mais dois mil bilhetes a 7,5 euros

  • Lusa
  • 30 Outubro 2017

Dez mil bilhetes inicialmente disponibilizados esgotaram na sexta-feira. Web Summit volta a apostar nos participantes mais jovens e disponibiliza mais dez mil passes a 7,5 euros.

A organização da Web Summit anunciou, esta segunda-feira, a venda de mais dois mil bilhetes, a preços reduzidos para jovens entre os 16 e os 23 anos, depois de os dez mil bilhetes disponibilizados inicialmente terem esgotado.

Em comunicado, a organização informou que, na semana passada, no âmbito da campanha INSPIRE, mais de 100 mil jovens inscreveram-se para ter acesso a uma das dez mil entradas vendidas a 7,5 euros para a conferência de tecnologia e inovação, que decorre entre 6 e 9 de novembro, em Lisboa.

A disponibilização de mais entradas através do site acontece depois da “incrível procura ocorrida durante o fim de semana e mesmo registos de tentativas de revenda destes bilhetes”.

Sobre a revenda de bilhetes INSPIRE por mil ou mais euros, noticiada este fim de semana pelo Diário de Notícias, Paddy Cosgrave, fundador da conferência, manifestou o seu choque. “Fiquei chocado quando me disseram que havia pessoas a tentar revender estes bilhetes por mil euros ‘online’ – o que é uma quebra dos nossos termos e condições”, comentou o também dirigente máximo da Web Summit, citado no comunicado.

Segundo Cosgrave, há um sistema para identificar bilhetes revendidos, que serão identificados e cancelados. “As pessoas que tiverem um bilhete revendido não poderão entrar”, garantiu.

Os bilhetes INSPIRE darão acesso às conferências que decorrem no palco principal, mas apenas por meio-dia (ou da parte da manhã ou da tarde).

Denominada Inspire Portugal, a iniciativa promovida em parceria com o Governo foi também realizada no ano passado, permitindo, na altura, a venda de cerca de 6.000 bilhetes por nove euros.

Este ano, o número de bilhetes foi reforçado, mas o tempo para assistir foi encurtado.

O fundador e presidente executivo da Web Summit, Paddy Cosgrave, explicou aquando da apresentação deste programa que o objetivo é criar rotatividade na assistência e evitar cadeiras vazias, já que a organização notou que havia jovens que não conseguiam ir durante o dia inteiro por terem aulas ou outros compromissos.

Fundada em 2010 por Paddy Cosgrave e os cofundadores Daire Hickey e David Kelly, a Web Summit é um dos maiores eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo e evoluiu em menos de seis anos de uma equipa de apenas três pessoas para uma empresa com mais de 150 colaboradores.

A cimeira tecnológica, que nasceu em 2010 na Irlanda, vai manter-se em Lisboa até 2020 e poderá ficar por mais dois anos.

Este ano, a Web Summit decorre entre 6 e 9 de novembro no Altice Arena, em Lisboa.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Web Summit. Há mais dois mil bilhetes a 7,5 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião