A importância dos Prémios Lusófonos da Criatividade

  • ECO + PRÉMIOS LUSÓFONOS
  • 2 Novembro 2017

Ao longo destes anos, os Prémios Lusófonos da Criatividade foram crescendo e ganharam relevância nos vários mercados da nossa língua, com um especial enfoque para Portugal e para o Brasil.

Há 5 anos nasceram em Lisboa os Prémios Lusófonos da Criatividade, na altura com o nome de Prémios Lusos. A premissa deste nascimento era bastante simples: unir os mercados da publicidade, comunicação e design de língua portuguesa, promovendo e premiando os melhores trabalhos nestas disciplinas, sendo igualmente um motor de discussão e troca de experiências entre as agências e profissionais destes países.

Ao longo destes anos, os Prémios Lusófonos da Criatividade foram crescendo e ganharam relevância nos vários mercados da nossa língua, com um especial enfoque para Portugal e para o Brasil. Hoje é difícil visitar uma agência ou produtora de publicidade, um grande estúdio de design ou uma agência de comunicação, quer seja em Lisboa ou na movimentadíssima Avenida Paulista de São Paulo, e não encontrarmos um troféu dos Prémios Lusófonos da Criatividade exibido orgulhosamente.

Desde do começo que os Prémios Lusófonos da Criatividade funcionam de forma completamente diferente de todos os outros festivais de publicidade. Os prémios estão divididos em três etapas quadrimestrais, que decorrem ao longo de um biénio. Neste caso, o biénio 2017/2018 começa agora e terminará no final de junho, logo após o festival de Cannes.

Sempre que uma agência, produtora ou estúdio de design, vê os seus trabalhos premiados, está automaticamente a pontuar para o Ranking Lusófono da Criatividade. No final do ano, os melhores pontuados chegam a agência ou produtora do ano lusófonas, e também de cada país, nas várias disciplinas da comunicação.

Esta lógica de premiação faz com que seja imensamente difícil chegar a agência ou produtora do ano no neste festival, o que tem contribuído para o prestígio internacional desta iniciativa. Entre as agências do ano, já atingiram essa distinção, por exemplo, as portuguesas BAR, FCB Lisboa e Born, bem como as reputadíssimas agências brasileiras F/Nazca Saatchi&Saatchi, Africa e Mullen Lowe, entre outras.

Para entregar os prémios às agências e produtoras do ano acontece sempre o Festival Anual dos Prémios Lusófonos da Criatividade. Um evento de entrada gratuita, que nos últimos dois anos teve lugar no Cinema São Jorge, e que tem oferecido ao mercado várias conferências com grandes nomes mundiais da publicidade, tais como PJ Pereira, Jacques Séguéla, o antigo chairman mundial da Ogilvy Miles Young, o chief creative officer da FCB Internacional Luis Silva Dias, o antigo chairman mundial da Havas Ricardo Monteiro, o head of strategy da Droga5 Toto Ellis e o global chief growt officer mundial da BBH Michael Densmore, entre outros.

Neste momento, encontram-se abertas as inscrições para este novo biénio 2017/2018. As agências de publicidade, departamentos de marketing, consultoras, produtoras, estúdios de design e agências de comunicação, podem inscrever os seus melhores trabalhos de forma simples, rápida e 100% on-line.

Quem serão os novos premiados? Já começou a fazer as suas apostas?

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A importância dos Prémios Lusófonos da Criatividade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião