Unicer muda de nome com olhos postos na internacionalização

Super Bock Group é a partir desta sexta-feira o novo nome da Unicer. A mudança prende-se com a grande aposta internacional que a empresa está a fazer em mercados como a China e Estados Unidos.

A Unicer vai celebrar o 90º aniversário da Super Bock com a mudança de nome e com nova identidade corporativa do grupo. A partir de amanhã, dia 10 de novembro, a cervejeira do norte passa a ser conhecida por Super Bock Group.

A mudança de nome foi esta quinta-feira anunciada aos mais de 1200 colaboradores do grupo num encontro em que se pretendia celebrar o aniversário da empresa, segundo avançou o Dinheiro Vivo e o ECO conseguiu confirmar junto de fontes próximas à empresa. O novo nome passa assim a incluir o produto mais emblemático da empresa, a cerveja Super Bock.

A holding do grupo, cujos principais acionistas são a Viacer (56%) e Carlsberg (44%), passa a designar-se Super Bock Group, e a Bebidas, SA passa a designar-se Super Bock Bebidas, SA.

Os detalhes da mudança bem como os objetivos irão ser anunciados sexta-feira, durante o evento que celebra o fim das comemorações da cervejeira e que conta com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Mas o ECO sabe que esta alteração na imagem do grupo prende-se sobretudo com a aposta que está a ser feita a nível internacional, nomeadamente para mercados como os Estados Unidos, China e mercados emergentes.

Sobre a internacionalização, a empresa diz que esta está patente no novo símbolo, composto por uma esfera armilar que representa a vontade de ir mais além e a capacidade de superação e que está patente na nova assinatura do grupo: “Portuguese Brewery. Est. 1890”. O vermelho, que remete para a Super Bock, e o dourado que remete para os descobrimentos, época dos descobrimentos, considerada a época de ouro, foram as cores escolhidas para a nova imagem.

Fontes próximas ao processo garantem que esta mudança de identidade corporativa não muda nada efetivamente na empresa, sendo vista como um processo natural e representa tanto a identidade corporativa da empresa como a transversalidade da sua atuação que se estende da cerveja, às águas, sidra, vinhos e refrigerantes.

Durante a apresentação aos quadros da empresa foram ainda referidos os bons números que a empresa espera registar em 2017. As estimativas apontam para que os resultados se aproximem de valores de 2010, antes da crise portanto.

A nova imagem está já de resto expressa no site da empresa. Ao abrir a página oficial da Unicer pode ler-se que: “A Unicer agora é Super Bock Group” e um pequeno aviso: vai entrar num novo site em cinco segundos.

Nova designação do grupo Unicer.D.R. 9 Novembro, 2017

Cinco, quatro, três, dois, um. No novo site há um pequeno filme a contar os 90 anos da história da empresa.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Unicer muda de nome com olhos postos na internacionalização

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião