Banca consegue mais dez milhões por mês com comissões

  • ECO
  • 23 Novembro 2017

Revisões aos preçários estão a compensar as quedas nas receitas com concessão de crédito. Seis maiores bancos do país conseguiram mais 90 milhões de euros até setembro, face a 2016.

As receitas da banca portuguesa com comissões estão a aumentar. Nos primeiros nove meses deste ano, o Banco Comercial Português, a Caixa Geral de Depósitos, o Santander Totta, o Novo Banco, o BPI e o Montepio Geral conseguiram mais 90 milhões de euros em comissões líquidas, num total de 1,62 mil milhões de euros.

Trata-se de uma subida de 5,7% em relação ao ano passado, de acordo com os números avançados esta quinta-feira pelo Jornal de Notícias [acesso pago], que dizem respeito aos seis maiores bancos da economia nacional.

De acordo com o jornal, a banca conseguiu assim mais dez milhões por mês com este instrumento, um aumento que é explicado, em parte, com as revisões feitas aos preçários que acabaram por compensar as perdas registadas na concessão de crédito.

O maior pulo nas receitas com comissões foi conseguido pelo Montepio, sublinha o diário.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Banca consegue mais dez milhões por mês com comissões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião