BCP está no mercado para obter 300 milhões

  • Rita Atalaia
  • 23 Novembro 2017

O banco liderado por Nuno Amado contratou um sindicato bancário para obter 300 milhões. O "roadshow" do BCP vai arrancar a 27 de novembro. O banco confirmou ao ECO que está a sondar investidores.

O banco liderado por Nuno Amado está no mercado para captar 300 milhões de euros através da emissão de obrigações de longo prazo. Segundo a Bloomberg, o BCP contratou um sindicato bancário para procurar investidores para a emissão de títulos de dívida que servirão para aumentar os rácios de capital. O roadshow vai arrancar a 27 de novembro.

O BCP contratou o Goldman Sachs, o próprio BCP, o Société Générale e o UBS para gerirem o roadshow da instituição financeira. A informação foi avançada pela Bloomberg, que cita fontes próximas do processo, e comunicada entretanto à CMVM. Fonte oficial do banco confirmou ao ECO que o BCP está no mercado a sondar investidores.

O banco liderado por Nuno Amado pretende emitir 300 milhões de euros em obrigações a dez anos, que podem ser reembolsadas ao fim de um período de cinco anos. Esta emissão serve para reforçar o rácio de capital Tier 2.

De acordo com os resultados do BCP para os primeiros nove meses do ano, o CET1 ficou nos 13,2% (phased-in) e 11,7% (fully implemented) em setembro de 2017, subindo tanto face ao período homólogo como ao primeiro semestre.

(Notícia atualizada às 18h36)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP está no mercado para obter 300 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião