Direto Vieira da Silva: “Nunca retirei benefício” por participar na Raríssimas

  • Marta Santos Silva
  • 18 Dezembro 2017

O ministro do Trabalho e da Segurança Social foi chamado ao Parlamento para esclarecer as denúncias de que sabia antecipadamente de irregularidades na Raríssimas, onde foi vice-presidente.

Vieira da Silva, ministro do Trabalho e da Segurança Social, foi chamado à Assembleia da República para responder às perguntas dos deputados da Comissão do Trabalho sobre as informações que detém sobre o caso Raríssimas. A IPSS fundada por Paula Brito e Costa para apoiar pessoas com doenças raras tem estado sob escrutínio desde a transmissão, a 10 de dezembro, de uma reportagem da TVI que revelou o uso de subsídios públicos e donativos para proveitos próprios dos dirigentes da organização.

Paula Brito e Costa já se demitiu, mas Vieira da Silva tem estado também sob o holofote, com o Expresso a escrever este fim de semana que o ministro teria consciência das irregularidades pelo menos desde junho. O ECO escreveu um resumo que lhe explica tudo o que se sabe até agora sobre o caso. Releia aqui, minuto a minuto, a audiência do ministro Vieira da Silva.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vieira da Silva: “Nunca retirei benefício” por participar na Raríssimas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião