Raríssimas vai eleger novo presidente em janeiro

  • ECO e Lusa
  • 14 Dezembro 2017

Após a demissão de Paula Brito e Cunha, a associação prepara-se para receber um novo líder. A Assembleia-geral foi convocada esta quinta-feira para o início de janeiro.

Com a demissão da presidente já formalizada, a associação tem condições para admitir uma nova gestão. As eleições serão marcadas esta quinta-feira, avança o presidente da Mesa da Assembleia Geral da Raríssimas ao Expresso. A Lusa sabe que a Assembleia tem reunião marcada para o início de janeiro.

“Aguardo que os diretores remanescentes solicitem a convocação de uma Assembleia Geral para proceder à designação dos membros dos órgãos sociais em falta, até ao final do mandato em curso (2016-2019)” diz o presidente da Mesa da Assembleia Geral, o advogado Paulo Olavo Cunha. Se os diretores não atuarem, “até ao final do dia de hoje procederei à convocação direta da Assembleia Geral para esse efeito“, garante o próprio.

Fonte da instituição informou a agência Lusa de que esta Assembleia seria convocada “nos primeiros dias de janeiro”. Esta informação foi dada pelo presidente da Assembleia a elementos da direção.

Podem iniciar-se agora os procedimentos para a eleição do novo presidente, uma vez que foi entregue esta manhã uma renúncia formal, por carta digitalizada, à associação, oficializando a demissão de Paula Brito e Costa.

Os trabalhadores denunciaram esta manhã dificuldades no funcionamento da Raríssimas, dada a falta de gestão, que impossibilita o acesso às verbas necessárias e podem mesmo levar ao fecho. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, veio posteriormente anunciar que o Governo já teria destacado uma equipa para colmatar as falhas de gestão enquanto a investigação decorre.

(Notícia atualizada às 13h41 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Raríssimas vai eleger novo presidente em janeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião