Dos escalões de IRS à Caixa Geral de Depósitos, estes foram os artigos mais lidos em 2017

  • Rita Frade
  • 1 Janeiro 2018

2017 foi um ano marcado por muitos acontecimentos. Agora, que está a chegar ao fim, é tempo de rever alguns dos artigos mais lidos aqui no ECO.

Política, economia, turismo… Foram muitos os temas que marcaram 2017. Agora que 2018 está à porta, é tempo de conhecer alguns dos artigos mais lidos durante o ano que passou.

“Escalões atualizados em 0,8%. Veja aqui as tabelas”

Em 2017, os escalões de retenção na fonte do IRS foram atualizados em 0,8%. Já as tabelas da sobretaxa de IRS foram atualizadas em 1,305%. Em janeiro de 2018, deverão ser publicadas novas tabelas com as atualizações referente ao novo ano, que vão refletir as alterações introduzidas no Orçamento do Estado para 2018, ao nível dos escalões de IRS.

“Nestlé cria milhares de empregos em Cascais”

A multinacional vai abrir, numa primeira fase, 600 postos de trabalho altamente qualificados, um número que deve duplicar na segunda fase. O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara de Cascais. Carlos Carreiras garantiu ainda que todos os contratos associados a este projeto estarão assinados até ao final do mês de setembro. Terminado o prazo, o ECO foi confirmar se assim era. A resposta da multinacional suíça foi: “Ainda não há contrato assinado nesse sentido”. A expansão da unidade está em fase de prospeção, não sendo certo sequer que seja naquele município, precisou fonte oficial da Nestlé.

“Simulações: Quanto vai pagar de IRS com os novos escalões?”

Com o Orçamento do Estado para 2018, o número de escalões de IRS vai aumentar de cinco para sete, beneficiando 1,6 milhões de agregados, de acordo com as contas do Governo. Que impacto têm as mudanças? Veja as simulações da EY.

Simulações - Quanto vai pagar de IRS com os novos escalões

“CGD: Carta secreta de Domingues compromete Centeno”

António Domingues tinha um acordo com o ministro das Finanças para não entregar a declaração de rendimentos no Constitucional. O ECO revelou as cartas e emails do acordo… e o recuo de Centeno.

“Portugal importou 500 toneladas de carne suspeita do Brasil”

No Brasil, o processo “Carne Fraca” desmantelou uma organização que adulterava carne, levando vários países a suspender as importações. Portugal tem vindo a reduzir a importação de carne brasileira.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Dos escalões de IRS à Caixa Geral de Depósitos, estes foram os artigos mais lidos em 2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião