A manhã num minuto

  • Rita Frade
  • 4 Janeiro 2018

Não sabe o que se passou durante a manhã? Fizemos um vídeo que reúne as notícias mais relevantes, em apenas um minuto.

O IRS continua em destaque, esta quinta-feira. A Autoridade Tributária e Aduaneira decidiu desistir de cobrar uma liquidação adicional de cerca de 125 milhões de euros à Brisa e a Comissão Europeia vai investigar a venda pelo BES de produtos financeiros a clientes emigrantes lesados.

As novas tabelas de retenção na fonte de IRS implicam uma redução da fatura fiscal para as famílias com rendimentos mensais até 3.094 euros, no caso dos solteiros e dos casados em que ambos auferem rendimentos, e com rendimentos até 2.925 euros, no caso dos casais em que apenas um dos titulares aufere rendimentos.

O alerta já tinha sido dado aquando da divulgação da proposta do Orçamento do Estado para 2018 e a confirmação surge agora com a divulgação das tabelas de retenção na fonte do IRS publicadas em Diário da República. Os contribuintes não vão ter o alívio mensal que eventualmente esperariam ter.

A partir deste ano, os contribuintes já não vão poder entregar o IRS em papel. A declaração terá de ser submetida por via eletrónica, através do Portal das Finanças.

A Autoridade Tributária e Aduaneira desistiu de cobrar uma liquidação adicional de cerca de 125 milhões de euros à Brisa, pela venda da sua participação na Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) no Brasil.

A Comissão Europeia vai realizar uma investigação preliminar à venda pelo BES de produtos financeiros a clientes emigrantes que acabaram por acarretar perdas dos investimentos com a resolução do banco, segundo documentação a que a Lusa teve acesso.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A manhã num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião