Novo Banco viabiliza plano de recuperação da empresa que vendia os sapatos de CR7

  • ECO
  • 15 Janeiro 2018

O plano de recuperação da Portugal Footweare recebeu a aprovação graças ao voto do Novo Banco. CEO da empresa garante que, sem esse voto, o plano não teria sido aprovado.

A empresa responsável pela conceção, produção e comercialização dos sapatos de Cristiano Ronaldo avançou com Processo Especial de Revitalização, depois de ter ficado numa situação financeira “bastante frágil”. O plano que pretende viabilizar a Portugal Footweare foi agora aprovado com o voto decisivo do Novo Banco.

Em novembro do ano passado, a PTFTR (Portugal Footweare) perdeu a licença de produção da CR7 Footwear e entrou em Processo Especial de Revitalização (PER). Na altura, o CEO da empresa afirmava que o final do contrato, um ano antes, a tinha colocado “numa situação económico-financeira bastante frágil”.

Na sequência disto, em finais de dezembro, foi então proferido o despacho de homologação do plano de recuperação da empresa pelo Tribunal de Comércio de Guimarães. O Santander votou contra a aprovação do PER da empresa mas, o voto a favor do Novo Banco foi decisivo para o avançar do processo, de acordo com o Jornal de Negócios, que confirmou junto do CEO que, sem esse voto do herdeiro do BES, o plano não passaria.

O plano recebeu cerca de 70% de votos a favor”, disse o empresário Paulo Gonçalves, adiantando que os credores aceitaram o reembolso dos seus créditos “no prazo de oito ano, após dois anos de carência”. A dívida da empresa passa a rondar os 2,2 milhões de euros, de acordo com o CEO mas, o desejo é: “Voltar rapidamente aos anos pré-CR7, quando, curiosamente, faturávamos mais, sempre acima dos 3,5 milhões de euros”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Novo Banco viabiliza plano de recuperação da empresa que vendia os sapatos de CR7

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião