Estado está a dispensar precários que esperam concurso

  • ECO
  • 16 Janeiro 2018

O alerta é deixado pelos sindicatos. Há contratos a prazo que não estão a ser renovados enquanto os trabalhadores aguardam resposta ao requerimento para serem abrangidos pelo PREVPAP.

Há contratos a prazo no Estado que não estão a ser renovados e, por isso, os trabalhadores estão a ser dispensados sem que tenham resposta ao requerimento para serem abrangidos pelo programa de regularização de vínculos precários.

A notícia faz manchete esta terça-feira no Diário de Notícias, que cita fontes sindicais. “Há pessoas cujos contratos chegaram ao fim e não foram remuneradas, estando a ser dispensadas”, afirmou José Abraão, secretário-geral da Fesap, apontando casos na área da Defesa e em autarquias. Ana Avoila, coordenadora da Frente Comum, refere casos na Educação.

O alerta surge numa altura em que não há ainda data prevista para a abertura dos concursos para a integração destas pessoas nos quadros, escreve o jornal. Ainda que a lei que regula o PREVPAP determine que “os vínculos laborais das pessoas cujas situações são abrangidas pela regularização extraordinária” devam ser “prorrogados até à conclusão” dos procedimentos concursais, há casos em que isto não está a ser cumprido, dizem os sindicatos.

(Correção: O ECO escreveu inicialmente nesta notícia que “sem a renovação dos contratos, os trabalhadores não podem concorrer ao lugar que ocuparam de forma precária e que determinou a entrega do seu requerimento.” Esta informação não está correta e pelo facto pedimos desculpas aos nossos leitores).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estado está a dispensar precários que esperam concurso

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião