Bitcoin afunda 15% e está abaixo dos 10.000 dólares

Moedas digitais continuam a perder valor esta quarta-feira com receios dos investidores em relação a regulação mais apertada. Bitcoin tomba 15% com aperto da regulação.

Foi uma terça-feira negra nos mercados de moedas digitais, com os investidores assustados perante notícias de maior aperto na regulação e que intensificou a pressão vendedora nas últimas 24 horas. A bitcoin ainda não recuperou do susto e continua em queda acentuada abaixo dos 10.000 dólares. Outras criptomoedas conhecidas como a Ethereum e Litecoin também se mantêm em baixa.

Quem está exposto à febre as divisas virtuais não terá passado bem a noite. Quase nenhuma moeda passou incólume aos receios dos investidores em relação a notícias de que a China e a Coreia do Sul poderão proibir a sua negociação, naqueles que podem ser os primeiros passos de uma regulação mais apertada em todo o mundo.

O preço de uma bitcoin cede 14,65 para os 9.718,22 dólares na plataforma Bitstamp, uma das maiores do mundo. Isto depois de em dezembro ter namorado os 20.000 dólares.

“As criptomoedas poderão estar limitadas neste trimestre por causa da reunião do G20 em março, onde os responsáveis políticos deverão discutir regras mais severas”, admitiu Shuhei Fujise, analista da Alt Design, citado pela Reuters.

“A bitcoin está a decidir se este é o momento para crashar“, disse Steven Englander, estratega da Rafiki Capital. “A minha conjetura é que os detentores de moeda digital estão a tentar decidir se abandonam a bitcoin porque as suas limitações significam que vai ser suplantada por outros produtos ou se continuam a apostar apesar dessas limitações”, frisou ainda.

Moedas virtuais como a Ethereum e Litecoin estão neste momento a cair 9,61% e 9,52% para 772,97 euros e 140,53 euros, respetivamente. No site Cryptocurrency Market Capitalizations é possível verificar que o vermelho continua a preencher os números das variações nas últimas 24 horas. A Ripple cede 17% e a Bitcoin Cash perde 11,72%.

(Notícia atualizada às 15h53)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bitcoin afunda 15% e está abaixo dos 10.000 dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião