Avaliação das casas subiu 5% em 2017

O valor médio de avaliação bancária fixou-se no final do ano passado nos 1.150 euros/m2. Trata-se de um novo máximo de 2011.

O valor que os bancos atribuem às casas para efeitos de concessão de crédito não para de aumentar em Portugal. Em dezembro, o valor médio do metro quadrado no país fixou-se nos 1.150 euros. Trata-se de um novo máximo de maio de 2011, e que coloca em 5% a subida da avaliação bancária das casas registada no ano passado.

De acordo com os dados divulgados, esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística, os preços das casas aumentaram em 2017, em média, 50 euros por metro quadrado, em Portugal. A subida deste indicador foi transversal aos apartamentos e às moradias.

Avaliação em máximos de 2011

Fonte: INE

Em 2017, as avaliações bancárias de apartamentos e de moradias aumentaram 5,0% e 4,0%, respetivamente. O preço do metro quadrado nos apartamentos situou-se no final de dezembro nos 1.200 euros, mais 57 euros face ao mesmo mês do ano anterior. Já nas moradias o valor fixou-se nos 1.067 euros por metro quadrado, 41 euros acima do valor que se registava no final de 2016.

A subida da avaliação dos imóveis por parte dos bancos acontece num contexto de maior abertura para concederem crédito para a compra de casa. Mas também ocorre num período em que os preços de venda também registaram uma forte aceleração.

De acordo com o Índice de Preços da Habitação, só no terceiro trimestre do ano passado, os preços das casas subiram, em média, 10,4% face a igual período do ano passado. Ou seja, a maior taxa de crescimento de preços do histórico do gabinete de estatísticas público, que remonta ao início de 2009.

Algarve e Centro com maiores subidas

Desagregado por regiões, o Algarve foi onde os preços mais aumentaram no ano passado. O valor do metro quadrado aumentou 9% naquela zona do país, para os 1.451 euros, com a região a manter-se com o nível de avaliação mais elevado do país. Tal resulta da forte pressão exercida pelos investidores e estrangeiros que apostam na aquisição de imóveis naquela região. Em termos absolutos o preço do metro quadrado aumentou 117 euros no Algarve, em 2017.

A região centro registou a segunda maior subida deste indicador no ano passado. A avaliação bancária aumentou 7%, para os 958 euros. Seguiram-se a Região Autónoma da Madeira e a zona norte, com subidas de 6%, para os 1.304 e 1.027 euros por metro quadrado, respetivamente.

Seguem-se as Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, com acréscimos de preços de 5%. No primeiro caso, o valor dos imóveis atingiu máximos de abril de 2011 no final de 2017, ao ascenderem aos 1.392 euros. No segundo caso fixaram-se no mesmo período nos 1.113 euros por metro quadrado, em média.

(Notícia atualizada às 11h50 com mais informação.)

Comentários ({{ total }})

Avaliação das casas subiu 5% em 2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião