Sonae ilumina bolsa de Lisboa com subida de mais de 5%

  • Ana Batalha Oliveira
  • 25 Janeiro 2018

Sonae surpreendeu com o crescimento das vendas preliminares de 2017. E os investidores responderam com uma subida expressiva em bolsa: mais de 5%. Lisboa conseguiu, assim, destacar-se na Europa.

Depois de apresentar resultados positivos das vendas preliminares, as ações da Sonae destacam-se na bolsa portuguesa com uma valorização de mais de 5%, e permitiram que Lisboa terminasse a sessão a brilhar num dia de quedas entre as pares europeias. O BCP continua a suportar o otimismo, mantendo-se consistente nos ganhos.

A praça lisboeta terminou o dia com o principal índice, o PSI-20, a subir 0,18% para os 5.762,39 pontos, tornando-se a estrela da Europa. O Stoxx 600 caiu 0,60%, ilustrando a tendência negativa na Europa: o CAC, referência em França, perdeu 0,32%, o Ibex-35 espanhol caiu 0,28% e o alemão DAX afundou 1%.

A bolsa portuguesa foi assim das poucas que se deixou contagiar pelo otimismo de Draghi, presidente do Banco Central Europeu, relativamente ao estado da economia do Velho Continente. Draghi afirmou esta quinta-feira que “a informação [recolhida pelo Banco Central Europeu] confirma uma expansão económica a um ritmo robusto, que acelerou mais do que o esperado na segunda metade de 2017”.

A Sonae emprestou luz ao índice com uma valorização de 5,38% para os 1,29 euros por título. A retalhista volta assim a máximos de 2015, na sequência dos bons resultados divulgados esta quinta-feira relativamente às vendas preliminares do ano passado, que cresceram 7%.

O BCP, que ditou um final menos feliz para a bolsa portuguesa na sessão anterior, volta à trajetória ascendente e apresentou um ganho de 0,83%, colocando o valor do título nos 32,65 cêntimos. Também a EDP Renováveis terminou o dia com nota positiva, a subir 0,57% para os 7,10 euros por ação.

A travar maiores ganhos estiveram a Jerónimo Martins, que fechou com uma desvalorização de 0,03% para os 17,37 por título e também os CTT, que, com uma greve marcada por parte dos seus trabalhadores, caíram 0,11% para os 3,50 euros por ação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonae ilumina bolsa de Lisboa com subida de mais de 5%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião