Wall Street volta às quedas com investidores à espera da inflação

A volatilidade poderá regressar aos mercados já a partir de quarta-feira, dependendo dos dados que forem divulgados sobre a inflação.

As bolsas norte-americanas registaram ganhos nas duas últimas sessões, depois daquela que foi a pior semana dos últimos dois anos. Mas, esta terça-feira, Wall Street interrompe a tendência de recuperação e volta às quedas, ainda que ligeiras. Em dia de poucos eventos, os investidores aguardam pela divulgação dos dados da inflação, na quarta-feira.

O industrial Dow Jones, que na semana passada registou a maior queda, em de pontos, da sua história, segue agora a recuar 0,44%, para os 24.506,46 pontos. Já o índice de referência S&P 500 perde 0,37%, para os 2.646,07 pontos, enquanto o industrial Nasdaq desvaloriza 0,25%, para os 6.965,15 pontos.

A justificar as quedas acentuadas das bolsas na semana passada esteve, na verdade, uma boa notícia: com os bons dados económicos norte-americanos a pressionarem a inflação, a Reserva Federal deverá promover mais subidas das taxas de juro do que as que eram esperadas e, com isso, agravar o preço do dinheiro. A medida terá impacto negativo para as empresas e não foi bem recebida pelos mercados.

Os investidores aguardam, por isso, pelos dados mais recentes da inflação, relativos ao mês de janeiro, que serão divulgados na quarta-feira. O mercado espera que os preços tenham aumentado mais do que o inicialmente estimado, o que, a acontecer, poderá motivar novas quedas acentuadas nas bolsas.

A preocupar os investidores está a ainda a última decisão de Donald Trump, que apresentou uma proposta orçamental para financiar o governo federal com 4,4 biliões de dólares em 2019, que, a ser aprovada, aumentará o défice público para 984 mil milhões de dólares. Durante a campanha, Trump tinha defendido maior disciplina orçamental e a eliminação do défice nas contas públicas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street volta às quedas com investidores à espera da inflação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião