A manhã num minuto

  • Rita Frade
  • 21 Fevereiro 2018

Não sabe o que se passou durante a manhã? Fizemos um vídeo que reúne as notícias mais relevantes, em apenas um minuto.

As receitas turísticas ultrapassaram, pela primeira vez, os 15 mil milhões de euros, divulgou esta terça-feira o Banco de Portugal. A maioria dos pilotos baseados em Portugal já aceitou o aumento salarial de 20%. Os tripulantes de cabine, diz a companhia low cost, recusaram negociar um acordo coletivo de empresa.

As receitas turísticas ultrapassaram, pela primeira vez, os 15 mil milhões de euros no ano passado, um valor recorde que acompanha a evolução do número de hóspedes recebidos pela hotelaria nacional. Os turistas gastaram, assim, mais de 41 milhões de euros, por dia, em Portugal.

Depois de os pilotos britânicos terem aceitado os aumentos salariais propostos pela Ryanair, para responder aos protestos dos trabalhadores, também os pilotos portugueses já aceitam o acordo. Segundo Michael O’Leary, presidente executivo da companhia aérea, mais de 75% dos pilotos baseados em Portugal já aceitaram o aumento salarial de 20%.

Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística fizeram soar os alarmes, mas será que esta redução da produção de cereais terá um impacto concreto nos preços ao consumidor? “Em termos práticos, para o consumidor final de pão ou de massa não vai ter influência nenhuma”, responde José Palha, diretor da Associação Nacional de Produtores de Cereais (ANPOC), ao ECO.

Portugal voltou a registar taxas negativas para se financiar com dívida a curto prazo. Tanto no leilão a três meses como a 11 meses, o IGCP conseguiu os juros mais negativos de sempre. No total, foram levantados 1.100 milhões de euros, montante que ficou dentro do intervalo esperado.

O Ministério Público confirma que a insolvência do Banco Espírito Santo foi culposa. O procurador da República concorda, assim, em absoluto, com a leitura feita pela comissão liquidatária do BES, no que diz respeito à queda dessa instituição bancária e aponta como responsáveis 13 nomes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A manhã num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião