Paulo Jorge Ferreira é o novo reitor da Universidade de Aveiro

O sucessor de Manuel António Assunção liderava o departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática da Universidade de Aveiro.

Paulo Jorge Ferreira, professor catedrático no Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática foi eleito reitor da Universidade de Aveiro, sucedendo no cargo a Manuel António Assunção. O novo reitor, que vai exercer o cargo nos próximos quatro anos, teve 14 votos dos 19 possíveis, que correspondem ao número de membros do Conselho Geral da Universidade de Aveiro (UA).

Já eleito, Paulo Jorge Ferreira, segundo comunicado do site da UA, mostrou-se grato “perante uma comunidade que acreditou, que foi fonte de inspiração e força e à responsabilidade, acrescida pela dificuldade da tarefa”. O novo reitor disse ainda que sente que “há muita gente pronta a ajudar e tudo farei para estar à altura das expectativas”.

O programa do recém-eleito assenta em sete pilares fundamentais: valorização dos membros da comunidade académica, aposta na interdisciplinaridade, interligação e capacitação da investigação, aprofundamento da relação entre a UA e a região, reforço da ação social, aposta no desporto e valorização do património da UA”.

Mas quem é o novo reitor?

Paulo Jorge Ferreira, natural de Torres Novas, tem 56 anos e é doutorado em Engenharia Eletrónica, professor catedrático no Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática, departamento do qual foi diretor entre fevereiro de 2015 e fevereiro deste ano, altura em que abdicou do cargo para apresentar candidatura ao cargo maior da Academia. O académico fez toda a carreira na Universidade de Aveiro, com uma breve passagem pela Philips, em Eindhoven, na Holanda.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Paulo Jorge Ferreira é o novo reitor da Universidade de Aveiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião